Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto Casa da Árvore foi desenvolvido a partir de uma pequena casa abandonada, construída para funcionários nos anos 80, e um galpão anexo. Durante os anos de abandono, suas empenas brancas serviram de pano de fundo para os ensaios em murais de sua atual proprietária, na época candidata à escola de artes plásticas. Ao conceituar o partido arquitetônico para a transformação da singela instalação existente em uma casa de fim de semana para a mesma jovem - hoje mãe de duas crianças, e seu marido - a arquitetura optou por manter todas as pinturas ali deixadas (a maioria data do ano 2000), exigindo que qualquer intervenção só pudesse ser praticada se as preservasse integralmente. Para intensificar a atmosfera wabi-sabi desejada, os conceitos de tempo e nostalgia se tornaram base do processo criativo, junto ao briefing fornecido, sendo o principal deles o emoji: (uma alusão ao singelo, ao anti-luxo para nortear a estética do projeto). Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar