Ampliar imagem | Tamanho original
As figuras humanas ganham protagonismo frente aos edifícios e ruas nas lentes do fotógrafo Carlos Moreira, 82. O espaço urbano aparece retratado a partir de recortes, não apenas sugeridos pelos monumentos históricos (eles estão lá), mas sobretudo pelo corpo e suas ações. Disso emerge uma visão emocional e viva das cidades; capaz de provocar uma expansão sensorial dos retratos dos espaços.  São Paulo e o litoral (Santos e Guarujá) são o pano de fundo principal de suas composições, além das derivas pela América do Sul, América do Norte, Ásia e Europa. Em suas fotos batidas ao longo de cinco décadas, a passagem de tempo das cidades se mostra pelas vestimentas e – o que talvez seja o mais surpreendente nas imagens –  também pelos trejeitos, expressões e posições corporais que assim como a arquitetura, denunciam sua idade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar