Ampliar imagem | Tamanho original
O escritório de arquitetura de Olson Kundig acaba de apresentar uma inovadora e surpreendente proposta desenvolvida em parceira com a Recompose, uma empresa que procura oferecer uma opção alternativa aos tradicionais métodos funerários. Pensando de maneira alternativa, e também sustentável, os arquitetos desenvolveram o projeto de uma infraestrutura concebida para converter restos mortais em solo. Concebido para ser a imagem institucional da Recompose, o projeto foi anunciado logo após o estado de Washington legalizar a então chamada “redução orgânica natural” como alternativa aos tradicionais métodos funerários. A Recompose | SEATTLE, que deverá ser inaugurada no início de 2021, será o primeiro projeto do mundo a oferecer um método alternativo ao enterro ou cremação. O projeto foi concebido pelo diretor de projeto da Olson Kundig, Alan Maskin, e desenvolvido em colaboração com Katrina Spade, fundadora e CEO da Recompose. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar