Ampliar imagem | Tamanho original
No século XXI a gestão inteligente das cidades será um dos fatores mais influentes no desenvolvimento econômico. Questões sobre como serão confrontados os desafios na área da habitação, saneamento, democracia, educação, segurança, desenvolvimento econômico e qualidade de vida, serão as principais pautas dos gestores.  Para isso é importante uma compreensão da cidade sob um olhar mais complexo e integrador, em diferentes escalas, permitindo que as políticas públicas possam nascer de uma visão global da cidade, com planejamento para curto, médio e longo prazo, resultando em ações de ponta, atendendo às demandas mais diretas e diárias do cidadão.   Esse olhar sobre a cidade exige uma maneira diferente de planejar e projetar o futuro e o presente. Espaços públicos vibrantes e inclusivos, com lazer, cultura e esporte configuram pontos nodais de uma política que pensa em devolver ao cidadão o direito à cidade. Através de uma mudança na forma de planejar a cidade é possível melhorar diversos aspectos de sustentabilidade e qualidade de vida.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar