Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

A evolução dos robôs de alvenaria: mudando as regras da construção tradicional

A evolução dos robôs de alvenaria: mudando as regras da construção tradicional

A automação está rapidamente se tornando uma parte do cotidiano e das carreiras de muitas pessoas, uma tendência que de maneira alguma escapou à indústria da construção. Embora essa tecnologia cada vez mais difundida seja considerada um sintoma do século XXI contemporâneo,a tecnologia de construção automatizada pode ter uma história que remonta à década de 1960. Essa tecnologia, o robô de alvenaria, transformou-se dramaticamente desde sua realização limitada há mais de 50 anos, fragmentando-se em variações mais novas e tecnologicamente avançadas atualmente.

Em 2014, o arquivo British Pathé redescobriu e subiu imagens do Motor Mason, um pedreiro mecânico que supostamente foi desenvolvido em meados da década de 1960. Alegando colocar tijolos de cinco a dez vezes mais rápido que o método comum e se saudando como a solução para a escassez de habitações, o produto teria sido montado em um trilho paralelo a uma parede, ao longo do qual primeiro depositaria argamassa e depois rapidamente inseria tijolos individuais. Depois que foi transmitido pelo Reino Unido em um jornal quinzenal em 1967, o Motor Mason desapareceu rapidamente da indústria da construção e da imaginação do público - deixando poucas informações sobre a máquina misteriosa.

© Asif Salman
© Asif Salman

Em 2015, na mesma época em que a Motor Mason foi redescoberta, a Construction Robotics estreou seu novo robô pedreiro, SAM100 (Semi-Automated Mason) na World of Concrete. Como o Motor Mason, ele alega aumentar a produtividade em três a cinco vezes e também cita preocupações sociais como segurança da força de trabalho e melhor planejamento do trabalho como justificativas para sua adoção. Embora ocorra 50 anos depois, seus paralelos com o Motor Mason são inconfundíveis.

Obviamente, o SAM100 é muito mais avançado que seu antecessor em termos de capacidade tecnológica. Não mais limitado a um trilho paralelo mal equipado para lidar com cantos ou outras variações na construção da parede, o SAM100 inclui um transportador, braço robótico móvel e bomba de concreto capaz de ser programado para alterar o padrão e o layout dos tijolos. É acompanhado por tecnologias de rastreamento de dados que revelam relatórios diários de desempenho sobre questões de produtividade e trabalho, permitindo que os pedreiros modifiquem e melhorem as estratégias de construção. Assim, em vez de substituir o pedreiro, ele visa ajudá-los a aumentar a produtividade e diminuir os esforços trabalhistas.

© Asif Salman
© Asif Salman

Pouco depois da introdução do SAM100, a empresa australiana Fastbrick Robotics lançou sua própria máquina automatizada, chamada Hadrian X. Assim como o SAM100, o Hadrian X é altamente avançado tecnologicamente, com várias características que, apesar de tudo, o distinguem do contemporâneo. Com ênfase na precisão, a máquina é auxiliada pelas tecnologias de modelagem CAD e estabilização dinâmica, não apenas no final de uma construção mais exata, mas também no trabalho de construção com zero desperdício e custos mais baixos. Velocidade e segurança também continuam sendo uma consideração primordial da máquina, permitindo que os pedreiros trabalhem mais distantes e simultaneamente sejam mais produtivos.

Desde o Motor Mason confinado em trilhos da década de 1960, a tecnologia automatizada de alvenaria já percorreu um longo caminho. Hoje, as máquinas de alvenaria fazem interface com as tecnologias de rastreamento de dados e CAD e com seus usuários humanos para criar edifícios de maneira mais produtiva, segura e sustentável do que antes. À medida que essas tecnologias continuam a se desenvolver e são cada vez mais utilizadas, só podemos esperar que a automação de alvenaria e construção se transforme ainda mais - assim como ocorreram nesses 50 anos.

Courtesy of JAG Studio
Courtesy of JAG Studio
Sobre este autor
Cita: Cao, Lilly. "A evolução dos robôs de alvenaria: mudando as regras da construção tradicional" [The Evolution of Bricklaying Robots: Changing the Rules of Traditional Construction] 19 Nov 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/928479/a-evolucao-dos-robos-de-alvenaria-mudando-as-regras-da-construcao-tradicional> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.