Ampliar imagem | Tamanho original
Localizado em Curitiba, a Casa Figueiras é resultado da relação harmônica entre volume construído, paisagem, terreno e entorno no qual está inserido. Os clientes, um jovem casal paulista, deram liberdade criativa para a arquiteta desenvolver um projeto contemporâneo que tirasse o melhor proveito do lote mantendo um amplo jardim. O programa simples, sem excessos, possibilitou um projeto equilibrado entre espaços abertos e ambientes construídos. Observando da rua vemos dois volumes sobrepostos contrastantes, quanto sua forma e materialidade, que, com o intuito de manter a privacidade de seus moradores, pouco revela do seu interior, lançado mão de poucas aberturas pontuais e elementos vazados. No jardim frontal, aberto para o condomínio, cacos da mesma pedra que reveste as paredes externas do térreo, guiam o visitante até porta de entrada, camuflada no painel ripado de madeira maciça certificada. O nível térreo se abre internamente em um ambiente fluído e luminoso que dialoga com o jardim através de amplas esquadrias de vidro duplo insulado, que conservam o calor nos dias frios de inverno característicos da região. Nos dias mais quentes, é possível mover os painéis de vidro resultando em grandes aberturas que integram a área interna ao deck do jardim. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar