Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

10 plantas resistentes que sobreviverão em ambientes com pouca luminosidade

10 plantas resistentes que sobreviverão em ambientes com pouca luminosidade
Home Cafes / Penda. Image © Zhi Xia
Home Cafes / Penda. Image © Zhi Xia

Com apartamentos e casas cada vez menores, percebemos uma crescente demanda para integrar espécies de plantas em espaços interiores. Mas que tipo de plantas escolher se não temos luz natural abundante? Neste artigo você encontrará algumas sugestões de espécies que são indicadas para ficarem "à sombra" ou "à meia sombra". Esse indicador é importante especialmente quando falamos de ambientes internos que recebem pouca luminosidade solar. 

Zamioculca. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock Aglaonema. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock Dracaena . Image © Gringoann, Vía Shutterstock Sansevieria Trifasciata. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock + 33

© Victor Affaro. Image Cabana Urbana / Studio Marcio Michaluá
© Victor Affaro. Image Cabana Urbana / Studio Marcio Michaluá

A maioria delas possui folhagens robustas e mais espessas, com coloração verde escura. Mas há também opções de flores que sobrevivem bem mesmo nos ambientes escuros.  É fundamental pesquisar mais atentamente às especificidades de cada espécie. Algumas precisarão de banhos de sol esporádicos, outras com pouco mais de frequência. 

Escolhendo corretamente, a vegetação pode ser incorporada como parte essencial do espaço arquitetônico, por meio de floreiras integradas, estruturas para pendurar plantas, paredes verdes ou móveis que, por sua vez, funcionam como vasos.

© Victor Affaro. Image Cabana Urbana / Studio Marcio Michaluá
© Victor Affaro. Image Cabana Urbana / Studio Marcio Michaluá

Alguns cuidados a serem tomados para assegurar uma vida mais longa às plantas em ambientes internos:

  1. Atentar ao nível de umidade (nem encharcado e nem seco) verificando se a terra está com sensação úmida ao toque.
  2. Verificar sempre se há pó nas folhagens e, quando necessário, limpá-las com pano úmido.
  3. Prefira vasos cerâmicos, com furo na parte inferior.
  4. Evite deixá-las próximas a equipamentos eletrônicos, já que eles emanam calor que pode ser prejudicial à planta.

Sergey Makhno Office and Showroom / Illya Tovstonog + Sergey Makhno Architects. Image © Andrey Avdeenko
Sergey Makhno Office and Showroom / Illya Tovstonog + Sergey Makhno Architects. Image © Andrey Avdeenko

Veja a seguir um pouco mais sobre nossa seleção de vegetação para áreas internas:

Aglaonema

Muito frequente em ambientes residenciais, possui cerca de 50 variações possuindo infinitas possibilidades desde sua folhagem até sua estrutura.

  • Nome CientíficoAglaonema spp
  • Nomes Populares: Aglaonema, Café-de-salão, Falso-café-de-salão
  • Família: Araceae
  • Categoria: Folhagens
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Filipinas, Oceania
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa
  • Ciclo de Vida: Perene

Aglaonema. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock
Aglaonema. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock

Zamioculca

É uma das plantas mais flexíveis, se adaptando bem a diversos tipos de lugares até mesmo àqueles que recebem pouca luz e pouca ventilação. Recomenda-se apenas atenção a regiões muito frias pois não tolera temperaturas abaixo dos 18º.

  • Nome CientíficoZamioculcas zamiifolia
  • Nomes Populares: Zamioculcas, Zamioculca
  • Família: Araceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Zamioculca. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock
Zamioculca. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock

Palmeira Ráfia

De médio porte, essa espécie é bastante comum em espaços interiores corporativos ou áreas de uso coletivo como saguões de edifícios residenciais, por exemplo. Não precisa de muita água, e se desenvolve bem à sombra ou à meia sombra

  • Nomes Populares: Palmeira-rápis, Palmeira-ráfia, Ráfis, Palmeira-dama, Jupati, Broadleaf Lady Palm
  • Nome científico: Rhapis excelsa
  • Família: Arecaceae
  • Origem: Ásia, China

Legal Practice Center / Unileão / Lins Arquitetos Associados. Image © Joana França
Legal Practice Center / Unileão / Lins Arquitetos Associados. Image © Joana França

Espada de São Jorge

Desenvolve-se muito bem à meia sombra e não precisa de regas constantes. É preciso evitar molhar suas folhagens.

  • Nome CientíficoSansevieria trifasciata
  • Nomes Populares: Espada-de-são-jorge, Língua-de-sogra, Rabo-de-lagarto, Sansevéria
  • Família: Asparagaceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Sansevieria Trifasciata. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock
Sansevieria Trifasciata. Image © Liubabasha, Vía Shutterstock

Jibóia

Destaca-se pela beleza da mistura de cores de suas folhas em tons verdes e amarelados. Precisa estar sempre com a terra úmida para crescer saudável, por isso, recomenda-se que seja regada com frequência. O ideal é que seja apoiada em xaxins para se desenvolver com mais firmeza.

  • Nome CientíficoEpipremnum aureum
  • Nomes Populares: Jibóia, Era-do-diabo, Jibóia-verde
  • Família: Araceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ilhas Salomão, Oceania
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Home Cafes / Penda. Image © Zhi Xia
Home Cafes / Penda. Image © Zhi Xia

Neoregelia

A Neoregelia é um tipo de bromélia bastante resistentes tanto à meia sombra quanto a pleno sol. Suas folhagens largas agregam um alto valor estético e sua maior vantagem está por se desenvolver bem em ambientes com sombra ou iluminação artificial, especialmente em áreas úmidas. Aconselha-se que uma manutenção de limpeza seja feita constantemente para evitar água acumulada em seu centro.

  • Nome CientíficoNeoregelia sp
  • Nomes Populares: Neoregelia, Ninho-de-passarinho
  • Família: Bromeliaceae
  • Categoria: Bromélias, Folhagens
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Bromelia. Image © Gringoann, Vía Shutterstock
Bromelia. Image © Gringoann, Vía Shutterstock

Dracena

Não necessita de manutenção constante. É considerada despoluente, já que há estudos da NASA que indicam que contribui para eliminar do ar produtos como formaldeído, xileno e tolueno.

  • Nome CientíficoDracaena fragrans
  • Sinonímia: Aletris fragrans, Aloe fragrantissima, Cordyline fragrans, Dracaena deremensis, Pleomele fragrans, Draco fragrans, Dracaena albanensis, Dracaena aureolus, Dracaena broomfieldii, Dracaena butayei, Dracaena deisteliana, Dracaena janssensii, Dracaena latifolia, Dracaena lindenii, Dracaena massangeana, Dracaena smithii, Dracaena steudneri, Dracaena ugandensis, Sansevieria fragrans, Pleomele deremensis, Pleomele smithii, Pleomele ugandensis
  • Nomes Populares: Dracena, Dragoeiro, Pau-d'água, Coqueiro-de-vênus, Dracena-deremenis, Cana-agna, Cana-índia, Tronco-do-brasil, Pau-do-brasil
  • Família: Asparagaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Folhagens
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Angola, Costa do Marfim, Moçambique, Sudão, Tanzânia, Zâmbia
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Dracaena . Image © Gringoann, Vía Shutterstock
Dracaena . Image © Gringoann, Vía Shutterstock

Samambaia

Essa era uma planta muito frequente nas residências entre as décadas de 1970 e 1990 e tem se consolidado cada vez mais como uma grande tendência na decoração de interiores contemporânea. 
Precisa de um solo úmido, não deve ficar exposta ao sol e deve evitar ventos fortes. Gosta de iluminação natural, por isso, recomenda-se que seja posicionada em área que receba em certa quantidade. Dentre as espécies mais comuns estão: 

  • Nome CientíficoNephrolepis exaltata
  • Nomes Populares: Samambaia-americana, Lâmina-de-espada, Samambaia-de-boston, Samambaia-espada
  • Família: Davalliaceae
  • Categoria: Folhagens
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, América Central, América do Norte, América do Sul, Ásia, Indonésia
  • Altura: 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Botequim Sapucaí / Alfredo Lanna Neto + Mateus Castilho. Image © Trópica Fotografia
Botequim Sapucaí / Alfredo Lanna Neto + Mateus Castilho. Image © Trópica Fotografia

Calatheas

Há mais de 20 espécies de Calatheas e todas elas são indicadas para áreas com espaços pequenos escuros, por não se desenvolvem bem em áreas com farta iluminação solar. Podendo chegar atá a 1 metros de altura, é considerada uma planta bastante resistente. 

  • Nome Científico: Calathea zebrina (Sims) Lindl.
  • Sinonímia: Maranta zebrina Sims
  • Nomes Populares: Maranta-zebrina, planta-zebra
  • Família: Angiospermae – Família Marantaceae
  • Origem: Nativa brasileira.

Calathea. Image © Sandra_M, Vía Shutterstock
Calathea. Image © Sandra_M, Vía Shutterstock

Clorofito 

De pequeno porte, indicada tanto para ambientes externos como internos, já que pode ser posicionada em áreas sem iluminação natural por longos períodos. 

  • Nome CientíficoChlorophytum comosum
  • Nomes Populares: Clorofito, Gravatinha
  • Família: Agavaceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra, Forrações ao Sol Pleno
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Clorofito. Image © Sandra_M, Vía Shutterstock
Clorofito. Image © Sandra_M, Vía Shutterstock

Dica extra: Se quiser um ambiente interno florido, opte por espécies como lírio da paz, violetas ou begônias. Elas trarão cor e frescor até mesmo aos ambientes internos mais escuros.

Bullguer Center / SuperLimão Studio. Image © Israel Gollino
Bullguer Center / SuperLimão Studio. Image © Israel Gollino

Referências

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Audrey Migliani. "10 plantas resistentes que sobreviverão em ambientes com pouca luminosidade" 18 Out 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/926558/10-plantas-resistentes-que-sobreviverao-em-ambientes-com-pouca-luminosidade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.