Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

BuildTech: inovações que estão moldando a forma como projetamos e construímos nossos edifícios

BuildTech: inovações que estão moldando a forma como projetamos e construímos nossos edifícios
Br adtopic innovation banner

À medida que a industria da construção civil evolui, novas tecnologias estão moldando a forma como projetamos e construímos nossos edifícios. Estas inovação são produto de idéias compartilhadas e da convergência de novas tecnologias de construção, abrindo um mar de novas possibilidades para a industria da arquitetura e construção. Desde a escala atômica e a criação de novos materiais inteligentes até a construção de casas pré-montadas concebidas para a colonização de outros planetas, o novo movimento chamado de “BuildTech” está transformando todos os setores da industria da construção civil. Como resultado disso, novas formas de se projetar estão sendo disseminadas interferindo decisivamente na maneira como desenhamos e construímos nossos edifícios e cidades.

Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp © Kim Jong-Kwan Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp Cortesia de DAQRI + 10

Cortesia de Dwellito
Cortesia de Dwellito

Atualmente, novas tecnologias estão ao alcance de todos: a empresa Upbrella Construction, por exemplo, desenvolveu um sistema para combater o desperdício na construção civil, resultado em processos 20% mais rápidos começando as obras pela construção do telhado. Ferramentas de realidade aumentada estão nos ensinando a reorganizar o fluxo de trabalho no canteiro de obras, enquanto passamos a observar as estrelas à medida que o projeto de colonização de outros planetas parece cada dia mais próximo. Entre todas estas novidades, começamos a ter uma ideia mais claro de quais são as contribuições deste nome movimento chamado “BuildTech” e para onde as novas tecnologias estão nos levando.

Você ainda não sabe exatamente qual o significado do termo BuildTech na arquitetura? Como parte do nosso tópico mês “inovação”, nós do ArchDaily decidimos esmiuçar em detalhes este tópico para facilitar a sua vida. Com a popularização dos drones, impressões 3D, máquinas de corte a laser, realidade virtual e aumentada, estas novas tecnologias trazem consigo novas possibilidades para abordar questões relacionadas com a sustentabilidade e a eficiência da construção civil, contribuindo para uma melhoria nas mais distintas etapas de projeto e construção. À medida que estas mudanças vão sendo incorporadas no mercado da construção civil, mais organizações e empresas estão se dedicando a desenvolver aplicativos e ferramentas que nos auxiliam a repensar a velha maneira de se fazer arquitetura. Os artigos que selecionamos à seguir destacam as principais tendências em BuildTech, algumas que acabaram se surgir e outras que já estão em pleno uso na industria da arquitetura e da construção civil.

Dwellito: o mercado dos edifícios modulares

Cortesia de  Juan Baraja
Cortesia de Juan Baraja

O Dwellito foi concebido como uma plataforma ou base de dados sobre o mercado da construção modular e serve para ajudar os usuários a encontrar, comparar e comprar uma casa modular. A base de dados do Dwellito conta com uma série de projetos de casas modulares de alto desempenho produzidos por diversos fabricantes do setor. Ele permite que os usuários conheçam uma variedade de projetos para poder compará-los e fazer a melhor escolha segundo as suas necessidades específicas. O Dwellito está comprometido em apresentar dados com transparência, análises imparciais e uma explicação do processo de fabricação, transporte, montagem e operação de forma bastante simples. Depois de encontrar a casa modular que mais se adapta as suas necessidades, você poderá ter uma estimativa completa de preços e prazos. Algumas destas casas estão prontas para serem instaladas e prontas para morar, outras oferecem um kit para que você mesmo decida como monta-las.

Materiais na era digital

Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp
Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp

Com a presença aparentemente inabalável do trabalhador da construção civil na obra, os fundamentos profundos da indústria pareciam estar um pouco atrasados em relação à modernização. Até agora. Grandes movimentos sociais, impulsionados pelo conceito de sustentabilidade, apareceram como uma reação contemporânea aos sistemas econômicos que promovem a produtividade sobre o trabalho artesanal local. A corrida para obter eficiência e, ao mesmo tempo, respeitar o meio ambiente tornou-se uma poderosa força motriz que leva a indústria a incorporar novos processos de fabricação e construção. O desenvolvimento de tecnologias para produção em massa rápida - como pré-fabricação, impressão 3D e softwares colaborativos - passou a ser considerado uma quarta revolução industrial.

Tecnologias de Realidade Aumentada para construção

Cortesia de DAQRI
Cortesia de DAQRI

Uma inovação tecnológica está revolucionando uma das profissões mais antigas do mundo. A realidade aumentada mal chegou e vem transformando a maneira como se fazia construção civil nos últimos séculos. A mudança não é apenas ao projetar e modelar, mas também ao construir. A realidade aumentada beneficia engenheiros, designers, arquitetos, gerentes de projetos, provedores de serviços - e toda a equipe de construção. Diferente da realidade virtual, que cria um ambiente totalmente novo e independente do mundo real, a realidade aumentada inclui elementos virtuais que interagem com o que já existe. Assim é possível unir projetos arquitetônicos virtuais à realidade do canteiro de obras - aumentando a eficiência e precisão, reduzindo a ocorrência de erros e economizando tempo, dinheiro e recursos.

Olhando para as estrelas: construindo com tecnologia 3D

Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp
Cortesia de AI SpaceFactory e Plomp

Nesta primavera, o AI SpaceFactory conquistou o primeiro lugar no Desafio do Centenário da NASA com a proposta MARSHA, que oferece uma visão de como seria o futuro da vida humana em Marte. A agência especializada em arquitetura e tecnologia desenvolveu um protótipo em impressão 3D de 3 metros de altura durante a fase final da competição. O projeto MARSHA foi elogiado pela escolha do material: um composto de basalto biodegradável e reciclável derivado de materiais naturais encontrados em Marte. Após passar nos testes de pressão, a fumaça e impacto da NASA, descobriu-se que o material era mais resistente e mais durável do que seus concorrentes em concreto.

Fachadas cinéticas na Arquitetura

© Kim Jong-Kwan
© Kim Jong-Kwan

Durante a maior parte da história da arquitetura, fachadas interessantes foram alcançadas através da materialidade ou ornamentação. Dos frisos elaboradamente pintados do Parthenon ao exterior de vidro dos modernos arranha-céus, a arquitetura era basicamente estática, apenas "mudando" junto com o seu contexto, seja de chuva, luzes, ferrugem, etc. Como a tecnologia progrediu e as fachadas se transformaram - literalmente - o papel do contexto não diminuiu. Em vez disso, tecnologia de ponta permitiu que os projetistas desenvolvessem arquiteturas que respondessem a estímulos ambientais de maneiras mais interessantes do que nunca. Muitas vezes, esses projetos assumem a forma de fachadas cinéticas: fachadas arquitetônicas que mudam dinamicamente, transformando edifícios de monólitos estáticos em superfícies sempre em movimento.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "BuildTech: inovações que estão moldando a forma como projetamos e construímos nossos edifícios" [BuildTech Trends: Movements Shaping Architecture and Construction] 15 Out 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/926392/buildtech-inovacoes-que-estao-moldando-a-forma-como-projetamos-e-construimos-nossos-edificios> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.