Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

10 dúvidas comuns sobre revestimentos cerâmicos

10 dúvidas comuns sobre revestimentos cerâmicos

Quadrados, retangulares, hexagonais, foscos, brilhantes. É difícil pensar em um tipo de revestimento mais versátil do que azulejos. Também são conhecidos pela alta durabilidade, a facilidade de manutenção e instalação, sendo das escolhas mais comuns para revestir pisos e paredes, sejam áreas molhadas ou não. Selecionamos abaixo 10 perguntas comuns para aumentar os seus conhecimentos sobre azulejos cerâmicos:

106 · Øki / elii. Image © Imagen Subliminal Casa Chuburná / Cabrera Arqs. Image © Tamara Uribe Veramonte 1602 / Taller David Dana . Image © Alessandro Bo Okana / Arkham Projects. Image © Tamara Uribe + 22

1. Qual a diferença entre cerâmica e porcelanato?

A diferença fundamental entre o revestimento cerâmico e o porcelanato está na tecnologia que existe por trás da produção destes produtos. O porcelanato é resultado de um processo de fabricação mais controlado do que a cerâmica comum, feito através de uma mistura de porcelana e diversos minerais, passando por uma queima a mais de 1200 graus Celsius. O resultado é mais homogêneo, muito denso, vitrificado e mais resistente do que as cerâmicas convencionais, além de ser menos poroso e, portanto, ter um índice de absorção de água muito baixo. Sua durabilidade é maior por conta disto. Isso o torna adequado a locais com alto tráfego, como aeroportos ou shopping centers. Os esmaltes do porcelanato são conhecidos por uma maior variação de cores, proporcionando uma aparência personalizada rica.

Romero 114 / HGR Arquitectos. Image © Diana Arnau
Romero 114 / HGR Arquitectos. Image © Diana Arnau

A cerâmica, por sua vez, é composta por uma mistura de argila e alguns minerais. Por conta das pequenas variações e irregularidades, pode ter um resultado estético mais interessante. 

2. Quais os tipos de acabamentos existentes?

O acabamento se refere à superfície superior dos revestimentos e pode ser polido, brilhante, acetinado, mate, natural.

Casa TEC 205 / Moneo Brock Studio . Image © Adrián Llaguno – Documentación Arquitectónica
Casa TEC 205 / Moneo Brock Studio . Image © Adrián Llaguno – Documentación Arquitectónica

3. É um revestimento durável?

Sim, mas isso depende diretamente da sua instalação. Isso quer dizer que o contrapiso ou a base em que as peças serão coladas deverá estar plano, estável e sem irregularidades. Dependendo das dimensões da peça a argamassa deve ser utilizada a desempenadeira adequada. Para peças grandes, inclusive, os fabricantes recomendam a colagem dupla (no contrapiso e no verso da peça). Em suma, seguir atentamente às recomendações dos fabricantes é sempre o melhor a se fazer. 

Cinco Casas / Fernando Weber. Image © Rafael Gamo
Cinco Casas / Fernando Weber. Image © Rafael Gamo

4. O que é um azulejo retificado?

Quando passam por um processo de corte chamado retífica, todas as peças adquirem o mesmo tamanho, exato. Isso quer dizer que as juntas de assentamento poderão ser mínimas, diminuindo a quantidade de rejunte e tornando o conjunto mais esteticamente agradável.

Casa Chuburná / Cabrera Arqs. Image © Tamara Uribe
Casa Chuburná / Cabrera Arqs. Image © Tamara Uribe

5. Como calcular a quantidade de azulejos que eu precisarei no meu ambiente?

Naturalmente, você deve saber a área do seu ambiente. Mas é importante prever alguma sobra para os revestimentos cerâmicos, por conta de quebras na obra e recortes. Geralmente, adicionar de 5 a 7% para perda de corte é o suficiente, se o ambiente for simples (quadrado ou retangular e com poucos recortes). Se a paginação for diagonal, o ambiente tiver uma forma distina ou orgânica, isso quer dizer que muitas peças terão que ser recortadas nos cantos. Nesse caso, é importante prever uma sobra de até 15%, para evitar que falte material durante a instalação.

Romero 114 / HGR Arquitectos. Image © Diana Arnau
Romero 114 / HGR Arquitectos. Image © Diana Arnau

6. Um azulejo de piso pode ser instalado na parede? E azulejos de paredes em pisos?

Praticamente qualquer piso de azulejo pode ser instalado na parede. Na maioria dos casos, não é adequado usar azulejos no chão. Consulte o instalador ou o fabricante do produto para obter recomendações de aplicação.

106 · Øki / elii. Image © Imagen Subliminal
106 · Øki / elii. Image © Imagen Subliminal

7. Posso instalar azulejos sobre azulejos?

Geralmente sim, mas apenas se a superfície abaixo tiver sido instalado corretamente e não estiver apresentando nenhum tipo de problema, como estufamento, ou estiver quebrada. Geralmente, essa não é a opção mais inteligente, e pode ser uma economia que acarretará outros custos. Deve-se levar em conta que a sobreposição de pisos diminuirá um pouco o pé-direito e também que as portas terão que ser trabalhadas para abrirem normalmente.

Casa de playa / [H] arquitectos. Image © Onnis Luque
Casa de playa / [H] arquitectos. Image © Onnis Luque

8. São anti-derrapantes?

Para saber se uma peça é ou não anti-derrapante, é importante conhecer o seu Coeficiente de atrito dinâmico (COF), que é um índice da resistência ao escorregamento. Quanto maior o número, mais anti-derrapante é a peça. Cada país tem sua norma em relação a isso. NO Brasil, por exemplo, os fabricantes seguem a Norma Brasileira 13818/97, que divide as peças em duas classes:

  • Classe I - COF menor que 0,4 - Apenas para áreas internas;

  • Classe II - COF maior ou igual a 0,4 - Pode ser utilizado em áreas externas e são mais seguros para box de chuveiros, por exemplo.

Edificio T35 / C2D. Image © Camila Cossio
Edificio T35 / C2D. Image © Camila Cossio
Luma Café / Michan Architecture. Image © Vicente Muños
Luma Café / Michan Architecture. Image © Vicente Muños

9. Como cortar e furar azulejos?

Para cortes retos, geralmente utiliza-se uma ferramenta especial, que risca e depois corta a peça, permitindo um bom acabamento. Para outros detalhes ou recortes, pode-se utilizar uma serra de disco. É importante utilizar o disco adequado e em bom estado para um acabamento satisfatório na peça cerâmica. Para furos, o ideal é contratar equipe técnica especializada para evitar o rachamento da peça.

Casa Terrazas / Garza Maya Arquitectos. Image © The Raws
Casa Terrazas / Garza Maya Arquitectos. Image © The Raws

10. É possível pintar sobre azulejos?

Sim, mas não são todas as tintas que funcionam. Tratando-se de superfícies altamente impermeáveis e lisas, a tinta deve ser altamente aderente e por isso os fabricantes aconselham a tinta epóxi. É necessário também fazer a preparação da base, seguindo as orientações da embalagem do produto.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Eduardo Souza. "10 dúvidas comuns sobre revestimentos cerâmicos" 02 Out 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/925708/10-duvidas-comuns-sobre-revestimentos-ceramicos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.