Ampliar imagem | Tamanho original
Neste relato, Camila Costa Curta nos conta sua experiência com o coletivo Proyecto Habitar (PH) junto a Julian Salvarredy y Clara Mansueto, abordando o problema habitacional na área metropolitana de Buenos Aires e os processos de ensino e aprendizagem em contextos de desigualdade a partir do projeto “'Consultorios de Atención Primaria de Hábitat”. Os Consultorios do grupo PH funcionam com o apoio da Universidad de Buenos Aires e são tidos como um modelo de política pública habitacional a ser replicado.  Artigo relacionado: Projetar para quem? Uma reflexão necessária Aprender a projetar em contextos de desigualdade não cabe dentro do currículo das escolas de arquitetura: somos ensinados a projetar para uma pequena parcela da população brasileira enquanto 85% dos brasileiros constroem sem assistência técnica especializada.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar