Ampliar imagem | Tamanho original
Concebida para o lazer, vida social e contemplação, a casa está implantada num lugar privilegiado no vale de Casablanca. Sobre uma colina, numa situação de mirante sobre as vinhas, a paisagem proporciona diversas vistas e atua como plano de fundo para as distintas atividades. O projeto foi pensado como um pequeno refúgio rodeado por terraços e beirais, reinterpretando a tradição do corredor perimetral da casa de campo chilena. Assim, os recintos externos estão protegidos por uma extensa galeria de colunas de madeira. Uma das premissas ao imaginar os possíveis usos da casa foi "mais varandas do que interiores". Pensou-se em espaços interiores menores, mas que com naturalidade estendem sua sensação de espacialidade através das áreas externas.  Num contexto natural agreste, foi privilegiada a solução de resolver tudo numa única construção. Como uma peça construída de forma autônoma no seu entorno, a forma explora através da galeria perimetral e das diferentes inclinações em suas coberturas uma plasticidade que se separada do natural, uma geometria controlada sobre uma colina. Sem recriar a condição do declive, sem desníveis, uma plataforma para desfrutar da vista. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar