Ampliar imagem | Tamanho original
“Lux mare”, ou “luz do mar”, porque é intensa a luz que reflete esse imenso e sedutor oceano, que se estende até ao horizonte e por onde se perde o nosso olhar.Esta é de fato uma localização privilegiada e um panorama único. Numa envolvente de casas isoladas, construídas principalmente na década de 1970, envolvidas por espaços verdejantes, os dois generosos lotes em apreço apresentam-se com uma casa de dois pisos, com uma evidente falta de condições de habitabilidade e uma outra construção inacabada, com uma implantação e dimensões inadequadas. Perante a falta de qualidade arquitetónica das preexistências, novas construções de raiz vêm procurar o equilíbrio e a qualidade que o sítio merece. As duas novas casas têm como pressuposto ser duas partes individuais de um mesmo conjunto, duas peças autónomas que se completam, ou dois continentes separados, onde é evidente pelo seu contorno, a sua anterior coexistência, ou então, a união de duas pessoas diferentes, quiçá, numa evocação ao amor através da arquitetura. As formas ligeiramente curvas sugerem essa ligação, mas a diferença entre elas, vinca a individualidade de cada edifício. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar