Ampliar imagem | Tamanho original
A Constituição Federal de 1988, ao trazer em dois de seus artigos termos associados aos quilombos, abriu portas para a apropriação dessa categoria pelos movimentos sociais camponeses mobilizados e organizados em torno do fator étnico. Processo esse não previsto pelos legisladores, que tratavam a categoria quilombo a partir de uma perspectiva passadista, baseada mais em uma abordagem arqueológica e exotizante do patrimônio cultural associado a outras matrizes culturais que não a luso-brasileira. Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "autenticidade" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "bem cultural" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "cultura popular" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "gentrificação" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "identidade" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "lugar" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "paisagem cultural" Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "patrimônio imaterial" Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar