Ampliar imagem | Tamanho original
A simplicidade das formas e o volume limpo de qualquer informação deu chances para a criação de uma mini soltura no bloco da fachada, tornando-o livre do solo poucos centímetros. E esses quinze centímetros tão pequenos mediante a uma edificação tão importante se mostraram gigantes e nomearam o projeto: Casa Voadora. Com a ideia da abertura máxima dos ambientes para o jardim, os brises deslizantes de madeira são fundamentais porque possibilitam iluminar naturalmente os ambientes e filtram o sol. A prioridade dos clientes era uma boa área de convivência, e com essa premissa a casa tem as áreas interno e externo totalmente mescladas, onde o se confundem e se unem, ou podem se separar quando fechadas as portas de correr. Estas se recolhem e se escondem em sanduíches de paredes tornando a casa inteira fluida. Mas quando são solicitadas separam os ambientes isolam a residência. Mesmo pensamento para o painel da cozinha: quando aberto, é possível esquecer que existe ali um isolamento entre as áreas. Mas quando recolhido, uma pele de madeira cobre toda a face e fecha a cozinha. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar