Ampliar imagem | Tamanho original
A Capela GN segue uma tradição da arquitetura brasileira que é a construção de espaços religiosos em residências privadas. Durante o período colonial (séc XVIII e XIX), a maior parte das fazendas tinham uma capela privada. A existência de tal espaço arquitetônico impulsionou inclusive o desenvolvimento de um estilo artístico tão presente no Brasil que foi o Barroco, especialmente o mineiro. Porém, não é comum, na arquitetura contemporânea este tipo de encomenda. Muito embora, no mundo todo, são conhecidos os projetos dos grandes arquitetos internacionais para espaços religiosos, com destaque para Tadao Ando, Shigeru Ban, Renzo Piano, Álvaro Siza, entre outros. A Capela GN se localiza na região serrana do Rio de Janeiro, coincidentemente muito próxima das históricas fazendas coloniais onde este programa foi tão comum. O proprietário e sua mulher, casados há alguns anos e com filhos já criados objetivavam um espaço dedicado à sua santa de devoção, onde pudessem, em breve, renovar os laços de seu matrimônio e casar os filhos, além de batizar os netos e aí por diante. Me aproveitei da topografia para a criação de um lago, para que o edifício pairasse sobre as águas e também funcionasse como espelho da construção. Sua fachada, duplicada por seu reflexo define a mesma forma curva da planta baixa. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar