Ampliar imagem | Tamanho original
Num pequeno lote de esquina conformado por três patamares em acentuado declive, em frente ao casarão branco – mais antigo remanescente da região da lagoa da conceição –, projetamos uma pequena construção, misto de casa com ateliê, que procura dialogar com o “nobre vizinho” e a paisagem da lagoa ao fundo. A casa se assenta, como que encaixada entre os muros de arrimo de pedra, nos patamares existentes, sem alterar o terreno. Pelo contrário, o projeto tira partido dos desníveis para a implantação de dois volumes de dois pavimentos, afastados entre si por um pátio interno e conectados por uma passarela. Como materiais básicos utilizamos o concreto aparente nas lajes e no muro de sustentação ao longo de todo o terreno, paredes brancas caiadas, piso de pedra branca “goiás” e caixilhos de madeira. A utilização de vidro continuamente e em sequência em todos os caixilhos, desde a rua frontal até o fundo do lote, criam uma transparência intencional em busca da vista da paisagem verde das montanhas e azul da lagoa ao longe. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar