Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Bienal de Arquitetura para Bicicletas explora como o ciclismo ajudará a definir as cidades do futuro

Bienal de Arquitetura para Bicicletas explora como o ciclismo ajudará a definir as cidades do futuro

  • 07:00 - 23 Junho, 2019
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Bienal de Arquitetura para Bicicletas explora como o ciclismo ajudará a definir as cidades do futuro
Bienal de Arquitetura para Bicicletas explora como o ciclismo ajudará a definir as cidades do futuro, Cortesia de Schneider+Schumacher
Cortesia de Schneider+Schumacher

O escritório NEXT architects organizou a segunda Bienal de Arquitetura para Bicicletas como uma mostra de edifícios que transformam as cidades através do ciclismo. Realizada em Amsterdã, a BAB mostra o trabalho de arquitetos de todo o mundo e explora o desenho urbano por meio de projetos sociais, econômicos e ambientais. Ela foi concebida pela BYCS como uma forma de inspirar as pessoas a imaginar novas possibilidades para cidades centradas no ser humano.

Cortesia de Dissing+Wetiling © Russ Flatt Cortesia de Coniglio Ainsworth Architects Cortesia de SPADE + 5

Cortesia de Dissing+Wetiling
Cortesia de Dissing+Wetiling

A segunda edição da BAB foi lançada na segunda-feira, 17 de junho, em Amsterdã. Como NEXT delineia, um total de 15 projetos de nove países formam a bienal. Os projetos foram selecionados por sua capacidade de demonstrar como as soluções de design podem ir além do funcional e também levar a estilos de vida mais saudáveis, comunidades mais inclusivas, um meio-ambiente mais limpo ou uma economia mais sustentável. NEXT e a BYCS esperam que a bienal inspire novas formas de pensar sobre como criar cidades adequadas ao futuro.

© Russ Flatt
© Russ Flatt

A BAB foi concebida e dirigida pela BYCS, uma empresa social com sede em Amsterdã que trabalha internacionalmente para acelerar o progresso do ciclismo. Os trabalhos expostos na BAB são selecionados, juntamente com - pela primeira vez - projetos escolhidos a partir de um aplicativo global de chamada aberta. 11 dos escolhidos são totalmente construídos, enquanto quatro são conceituais ou planos de projeto. A exposição é organizada por três temas - Rotas, Conexões e Destinos. Esses temas revelam a variedade de maneiras pelas quais o ciclismo transforma as pessoas e os lugares e tentam transmitir o equilíbrio entre mover-se e permanecer que a arquitetura para as bicicleta emprega a fim de criar lugares prósperos e habitáveis.

Cortesia de SPADE
Cortesia de SPADE

Bart Reuser, sócio fundador da NEXT, disse: “Apresentamos orgulhosamente algumas conquistas incríveis no campo da arquitetura de bicicletas; os designs transmitem o equilíbrio entre mover-se rapidamente e de forma saudável, mas também diminuem a velocidade para criar lugares prósperos e habitáveis. A arquitetura de bicicletas pode ser usada para experimentar o ambiente na forma de rotas, para interligar barreiras na forma de conexões e para criar destinos onde pessoas e culturas se reúnem. O mais encorajador é que os projetos selecionados não vêm apenas de lugares com culturas ciclísticas desenvolvidas, mas também de lugares que não têm esse contexto ideal, mas ainda assim estão mostrando o que é possível. Isso nos torna esperançosos de que exemplos inspiradores podem surgir em todos os lugares”.

Os projetos selecionados incluem quatro da Holanda, um país que ainda lidera o movimento global de ciclismo, com cerca de 43% das pessoas pedalando todos os dias. A arquitetura para as bicicletas ajuda a facilitar o crescente número de ciclistas e integra essa modalidade de maneira mais transparente em todos os aspectos da vida urbana. Os projetos incluem o inovador bicicletário da Estação Central de Utrecht, a maior do mundo, com espaço para 13.500 bicicletas. Os projetos também vêm de comunidades onde a arquitetura desempenha um papel mais inspirador, revelando os muitos benefícios de priorizar o ciclismo se mais apoio for dado. Isso inclui o icônico Bicycle Skyway, que transporta passageiros em um caminho elevado de 8 km pela cidade de Xiamen, na China.

Maud de Vries, CEO da BYCS, disse: “O ciclismo é muito mais do que uma solução de transporte para as cidades. Ao melhorar a saúde mental e física, abordando a poluição do ar e a mudança climática e aproximando as comunidades de formas dinâmicas, é também uma poderosa ferramenta de transformação. Cada cidade ou bairro tem o potencial de se tornar uma história de sucesso através do ciclismo. Com esta bienal, queremos oferecer a inspiração para que isso aconteça, por isso esperamos que muitas cidades aceitem a oferta para hospedar a BAB em sua turnê internacional”.

A BAB irá fazer parte de um evento emblemático na próxima semana no WeMakeThe.City, festival que acontece em múltiplos lugares de Amsterdã, em exibição no Circl, em Zuidas, de 17 a 21 de junho. Em seguida, ela fará uma turnê internacional nos principais eventos arquitetônicos e urbanos. Cidades ou organizações que desejarem receber a BAB em seus dois anos de turnê são convidadas a entrar em contato com a BYCS. Todos os projetos estão disponíveis para visualização na galeria online em bycs.org

Via NEXT architects

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Bienal de Arquitetura para Bicicletas explora como o ciclismo ajudará a definir as cidades do futuro" [Bicycle Architecture Biennale Explores How Cycling Will Shape Future Cities] 23 Jun 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/919373/bienal-de-arquitetura-para-bicicletas-explora-como-o-ciclismo-ajudara-a-definir-as-cidades-do-futuro> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.