Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto teve início com a solicitação de, no mesmo terreno, construir duas casas vizinhas, uma para cada irmão. Os dois sobrados são praticamente iguais, possuem apenas algumas diferenças de programa e detalhe, recebendo daí o apelido: casas gêmeas. Quanto às diferenças de programa, numa das casas, há uma sala de estar ampla no térreo, e dois dormitórios e uma suíte no pavimento superior. Na outra casa, logo na entrada, ocupando uma parte do que seria a sala, há um escritório ou consultório, pensado para a dona que costuma trabalhar e atender pessoas em casa. Um dos dos dormitórios do pavimento superior foi destinado a um quarto flexível que pode assumir diferentes usos. Por se tratar de um terreno relativamente estreito, com menos de dez metros de largura para as duas casas, optou-se por ocupar o recuo lateral e abrir espaço para três pátios. Esses respiros trazem o exterior para dentro da casa, dentro e fora se misturam e se confundem. Além do pátio frontal e do pátio nos fundos do terrnos, destaca-se o pátio central, um dos principais elementos da residência, essencial para trazer luz e ventilação aos ambientes sociais, distribuídos ao redor dele. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar