Ampliar imagem | Tamanho original
Muitas são as formas de conhecer um lugar. Pergunte a um grupo de pessoas quem conhece Veneza e há boas chances de todos terem alguma imagem mental da cidade e seus canais. Pergunte, novamente, quantos já visitaram a capital do Vêneto e é possível que poucas ou ninguém de fato o tenha feito. Embora viajar seja a forma mais completa de experienciar um lugar, ela não é a única - imagens de cidades, lugares e edificações estão por toda a parte, da publicidade às artes, do Instagram ao cinema, e elas deixam impressões profundas na nossa memória e imaginação. Nos filmes, cidades e edifícios são fundamentais para a narrativa, seja como simples pano de fundo, seja como personagem coadjuvante (ou mesmo principal). Cinema e arquitetura, nos informa Juhani Pallasmaa, são expressões artísticas que compartilham um objetivo comum: articular espaços vividos. E embora este não seja o único ponto de contato entre estas duas artes, é enriquecedor para a nossa profissão pensar segundo estes termos. Projetamos espaços que servirão de abrigo para o ser humano; mas além disso, projetamos lugares onde a vida, com todas as suas emoções, se desenrolará - assim como se desenrola um filme, digamos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar