Ampliar imagem | Tamanho original
O apartamento, situado no último piso de um edifício do início do século XX, caracterizava-se pela excessiva compartimentação e consequente desaproveitamento da área interna, gerando espaços reduzidos de escassa qualidade que se encontravam em mau estado de conservação. Tendo por base a organização existente da habitação, procurámos maximizar o aproveitamento das áreas internas, eliminando corredores, reduzindo a compartimentação e aproveitando o espaço do desvão não habitado. Envolvemos a área social num invólucro de madeira que concentra o programa de apoio e organiza o apartamento. É neste elemento que se incorporam a entrada, a cozinha, a arrumação, os acessos às áreas privativas e a escada oculta que leva ao mezanino, recanto de trabalho e lazer de onde se pode espreitar Marvila. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar