Ampliar imagem | Tamanho original
Museu-Monumento à Amizade e suas metáforas. O museu a céu aberto celebra a amizade entre o Japão e o estado de Minas Gerais e o que essa relação foi capaz de construir de concreto e de imaterial. O projeto é uma ponte sobre um lago. A ponte liga metaforicamente territórios, tempos, ideias e ideais. O lago é como o mar entre as nações, e, também, aquele dos desafios, das conquistas, dos tempos vividos. As ações e obras se tornam visíveis por meio de datas marcantes que emergem à flor da água, e os espaços submersos representam as regiões do inconsciente do sentimento e da memória. O percurso parte do Japão simbólico plantado de cerejeiras para a Minas dos Ipês-Brancos. Celebrando o Japão e Minas, foram ainda dispostas a cada lado, paredes curvas alusivas às duas bandeiras: o círculo e o triângulo vermelhos. É uma feliz analogia que fala da síntese e concisão comum aos dois povos. Sobre esta parede estarão impressos em baixo relevo os nomes de japoneses e mineiros que participaram da construção deste tempo de solidariedade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar