Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto se desenvolve a partir de duas condições singulares: 1) a união de três apartamentos permitindo assim a ocupação de todo o andar. 2) a possibilidade de personalização do layout do apartamento junto a construtora do edifício, ainda em fase de construção. Diante desta oportunidade o projeto buscou desenvolver uma sequência de espaços francamente interligados, permitindo-se adaptar instalações e outras condicionantes corriqueiras de um projeto de interiores em benefício próprio. A distribuição do programa em planta adotou uma estratégia simples, porém eficaz para hierarquização dos espaços. Em uma faixa estreita da planta foram condensadas áreas entendidas como de apoio, permitindo as melhores condições para o desenvolvimento do programa principal. Dessa forma, cozinha, lavanderia, lavabo, dormitório do bebê, banheiro e closet estão distribuídos junto à fachada mais opaca, permitindo maior privacidade ou compartimentação, dependendo do caso. Por outro lado, estar gourmet, jantar, living e dormitório principal juntos dominam a planta do apartamento, gerando uma sequência fluida de espaços, com melhores condições de iluminação natural e vistas. A planta livre permite apagar os limites entre os ambientes, adotando a amplitude espacial como um valor em si. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar