Ampliar imagem | Tamanho original
Embora edifícios antigos tenham presença e sejam atraentes, a demolição ou a mudança radical costumam ser seu destino. Enquanto alguns profissionais preferem introduzir estruturas completamente novas, outros optam por celebrar as obras do passado que serviram de base para a cidade que existe hoje.  Para as obras do Hotel Fouquet Barrière, em Paris, localizado a uma quadra da Avenida Champs Elysées, Edouard François foi selecionado para reformar toda a propriedade, incluindo escritórios, serviços de spa, fachada e pátios. A estratégia de projeto de François foi bastante clara e se baseou no termo “COPY-EDIT”; uma reinterpretação do “antigo” através de tecnologias e materiais contemporâneos.  O "triângulo dourado" de Paris incorpora significado e luxo, características muito enraizadas para serem esquecidas ou encobertas. Consequentemente, os arquitetos passaram a buscar um diálogo arquitetônico entre o antigo e o novo, o passado e o presente. Para destacar essa conexão entre o século XXI e a era Haussmann da França, François reproduziu as janelas, o porão, o telhado e os ornamentos característicos do edifício com painéis de concreto, alterando as dimensões destes painéis para fugir um pouco da modulação típica dos prédios de Paris. Os tons de cinza foram mantidos como uma referência à arquitetura do passado.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar