Centro de Esportes de Paris, pelas lentes de Alexandra Timpau

Centro de Esportes de Paris, pelas lentes de Alexandra Timpau

Como um espaço de revelação e unificação, o Centro Cultural e Esportivo Wangari Maathai, localizado na área Saint-Blaise de Paris, foi projetado para se libertar de restrições. Projetado pelos arquitetos do Bruther, o centro foi criado para que os habitantes pudessem se apropriar do espaço. A fotógrafa Alexandra Timpau registrou o centro cultural e esportivo por meio de uma série de novas fotografias. Através das imagens, Alexandra trabalhou para mostrar como o edifício se adaptava às necessidades das pessoas que viviam no interior, por meio da decoração, de novos recintos temporários e da fachada.

Wangari Maathai Center. Image © Alexandra TimpauWangari Maathai Center. Image © Alexandra TimpauWangari Maathai Center. Image © Alexandra TimpauWangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau+ 38

Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau
Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau

Fundado em 2007 por Stéphanie Bru e Alexandre Theriot, o Bruther atua nas áreas de arquitetura, pesquisa, educação, urbanismo e paisagismo. Segundo a própria equipe, o centro cultural e esportivo fez parte de um plano de renovação urbana e levou em conta essas condições. Compacto, o projeto se torna um marco nesse denso bairro, economizando terreno e sendo desenvolvido verticalmente, respeitando, assim, as distâncias exigidas dos edifícios circundantes. No eixo da Rue Mouraud, a localização permite que o novo centro se beneficie de excelentes condições de insolação e oferece vistas da rua ao pátio, além de um espaço aberto generoso. 

Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau
Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau
Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau
Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau

Transparente, o projeto torna-se um elo que estabelece novas perspectivas e cria relações entre as diferentes amenidades do bairro, tanto pela sua localização quanto pela materialidade. Esta rede de amenidades (berçário, escola ...) está ligada pelo grande espaço público. Através da transparência e porosidade de seu espaço central, o Centro foi feito para convidar, acolher e vincular populações e usos. Ao longo de suas quatro faces, o projeto oferece e empilha uma série de materialidades, mais ou menos transparentes, em relação às diferentes atividades. Adapta as fachadas do edifício às necessidades e funções específicas e expõe os novos usos aos habitantes; durante a noite, brilha e ilumina seu ambiente, apoiando a renovação do bairro.

Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau
Wangari Maathai Center. Image © Alexandra Timpau

Flexível, o novo centro foi concebido como uma arquitetura sustentável. Independente cortina que conforma a fachada do edifício, sua estrutura de concreto carrega uma série de pisos livres distribuídos por um núcleo. Em um volume compacto, o projeto agrega uma grande diversidade de funções, espaços, usos, relações com o exterior e materiais, enquanto os exibe em um bairro onde não há diversidade. É um volume único, com faces ligeiramente curvadas, expressando a superposição de funções distintas em elevação, com faixas em torno do edifício. Cada parte do conjunto, cada camada da estratificação, oferece suas próprias qualidades e características.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Centro de Esportes de Paris, pelas lentes de Alexandra Timpau" [Paris Sports Center Photographed Through the Lens of Alexandra Timpau] 27 Mar 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/913866/centro-de-esportes-de-paris-pelas-lentes-de-alexandra-timpau> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.