Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Casa Karina / Francisco Pardo Arquitecto

Casa Karina / Francisco Pardo Arquitecto

© Pablo Astorga © Jaime Navarro © Fernanda Olivares © Pablo Astorga + 24

Casas  · 
Ocuilan de Arteaga, México
  • Equipe de projeto

    Ivan Saucedo, Karen Burkart, Daniel Castillo, Juan Gutiérrez, Jesús Manjarrez, Eréndira Navarrete, Sofía Rodríguez, Gustavo Vargas
  • Clientes

    Karina, Miguel Ángel, Annette y Alix (Familia Guzmán González)
  • Supervisão de projeto

    Pienza Sostenible
  • Construção

    ¡Échale! a tu casa
  • Intermediação com a comunidade

    Fundación Origen
Mais informações Menos informações
© Pablo Astorga
© Pablo Astorga

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em virtude dos abalos sísmicos que arrasaram a região central do México em setembro de 2017, diversos escritórios de arquitetura, projetistas independentes entre tantos outros colaboradores, tanto na esfera nacional quanto internacional, uniram suas forças para colaborar com os esforços de reconstrução das comunidades devastadas. Através de um projeto chamado "ReConstruir México", uma iniciativa desenvolvida em colaboração com a organização filantrópica PienZa Sostenible, estes profissionais tem se esforçado para reconstruir as vidas de milhares de pessoas de forma consciente e sustentável. Dezessete meses depois da tragédia, ReConstruir México conta com mais de 150 projetos desenvolvidos em seis diferentes estados do país, totalmente financiados através de doações de diferentes organizações e pessoas físicas, auxiliando a reconstruir não apenas as suas casas, mas principalmente a vida das pessoas e comunidades afetadas pelos terremotos de 2017.

© Fernanda Olivares
© Fernanda Olivares
© Pablo Astorga
© Pablo Astorga

Desde o dia da tragédia até hoje, dezesseis novas residências foram construídas na cidade de Ocuilan, no Estado de México. Este projeto foi impulsionado pelos fundos arrecadados através da #LoveArmyMéxico, além do apoio fundamental da Fundación Origen, ¡Échale! a tu Casa, Fideicomiso Fuerza México e PienZa Sostenible. Além destas primeiras casas já entregues, o projeto compreende mais de cinquenta residências unifamiliares projetadas por quarenta diferentes escritórios de arquitetura, assim como um centro comunitário, projetado pela equipe do T_O Arquitectura.

No vilarejo de Ocuilan de Arteaga, fomos responsáveis por projetar a casa da Familia Guzmán. Quando lá estivemos por primeira vez, nos deparamos com uma pequena e precária construção em madeira e um terreno de setenta e cinco metros quadrados. Uma casinha de chão batido de uns vinte metros quadrados aonde dormiam Karina, seu marido Miguel Ángel e suas duas filhas Annette e Alix. O pouco que restou da casa original, completamente destruída no terremoto de 19S, encontrava-se coberta com chapas de alumínio e ao lado havia uma latrina à céu aberto, a única infra-estrutura disponível para toda uma família de nove pessoas e cinco barracos.

© Pablo Astorga
© Pablo Astorga

Discutimos o programa de necessidades com toda a familia reunida, procurando compreender as suas necessidades mais urgentes. A propriedade original da família havia sido anteriormente dividida entre os cinco irmãos, sobrando apenas uma pequena parcela onde cada família havia edificado a sua morada, compartilhando o restante do terreno em um único espaço comum. 

Logo percebemos que casas de apenas um pavimento, estruturas de mais ou menos cinquenta metros quadrados, seriam inviáveis na medida que praticamente não sobraria muito espaço livre. Tendo isso em mente, optamos por um projeto de dois pavimentos e uma área de projeção total de vinte e cinco metros quadrados. Além disso, esta estratégia nos permitiria criar um terraço na cobertura desde onde seria possível observar todo o vilarejo, a horta comunitária adjacente e os vulcões no horizonte distante.

© Fernanda Olivares
© Fernanda Olivares

Procuramos atender todas as necessidades específicas da família: dois quartos, uma pequena área de estar e uma cozinha com forno a lenha em um espaço exterior coberto.

Observando a dinâmica desta família, compreendemos a importância deste espaço semi-aberto: Karina costuma cozinhar no fogão à lenha enquanto suas filhas brincam no quintal do lado de fora. Isto nos fez pensar na cozinha aberta como o espaço central da casa, a partir de onde tudo se organiza e se conecta. Enquanto Karina trabalha na cozinha, ela está diretamente conectada com a vida das pessoas do lado de fora, compartilhando seu tempo com suas filhas e seus vizinhos. 

© Jaime Navarro
© Jaime Navarro

Aprendemos também que o banheiro-diferentemente de como estamos acostumados nas culturas ocidentais- é muito mais funcional se colocado do lado de fora da casa, de forma independente, pois ele serve não apenas à uma família, mas para todas os moradores desta pequena comunidade. Neste projeto especificamente, minimizar custos com as instalações significava grandes ganhos em outras frentes.

Incorporando os costumes desta família, pudemos desenvolver um projeto compacto, econômico e muito eficiente. Uma casa de 49 metros quadrados que deixa boa parte do terreno intacto, um espaço agradável onde as crianças podem brincar e que, futuramente, permitirá expandir a casa se for preciso.

© Fernanda Olivares
© Fernanda Olivares

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Karina / Francisco Pardo Arquitecto" [Casa Karina / Francisco Pardo Arquitecto] 24 Mar 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/913662/casa-karina-francisco-pardo-arquitecto> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.