Ampliar imagem | Tamanho original
Este projeto surge da ideia de relacionar os espaços da casa através de um fio condutor. Nasce com a intenção de formalizar um vínculo que comunique os dois extremos do apartamento, se materializando como um teto suspenso que relaciona o existente e o novo como uma superposição. O apartamento com menos de 50 metros quadrados de área, estava dividido em pequenos ambientes que configuravam espaços pouco ventilados e iluminados. Estes ambientes eram organizados a partir de um corredor largo que permitia servir os distintos recintos, os fechando e ao mesmo tempo acumulando usos. Para entender a casa como uma sequência de espaços, ou como um espaço único, a intervenção minimizou o número de partições, potencializou o mobiliário, pisos e portas de correr como a divisão entre os ambientes. Assim queremos transmitir uma compreensão ambígua de uma casa que se evidencia através da materialidade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar