Ampliar imagem | Tamanho original
Cidades densas, casas pequenas. Com cada vez mais frequência, nos vemos obrigados a nos adaptar a espaços que simplesmente não comportam certos objetos e elementos do cotidiano. Como arquitetos, estas restrições são oportunidades e nos relembram que nosso objetivo é oferecer soluções precisas a demandas específicas, e que o projeto com área e orçamento ilimitados é algo virtualmente inexistente.  Qual é, então, a chave para acomodar tudo o que precisamos para viver? Revisemos algumas operações efetivas para armazenar em espaços mínimos. Associar o armazenamento a móveis imprescindíveis Uma boa estratégia pode ser fundir os espaços de armazenamento com aqueles móveis que são imprescindíveis para habitar cada recinto, adaptando-os para cumprir várias funções ao mesmo tempo. Um armário embaixo da cama Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar