Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Telhados verdes: quais são as camadas e como impermeabilizá-los usando membranas líquidas

Telhados verdes: quais são as camadas e como impermeabilizá-los usando membranas líquidas

Os telhados verdes são compostos por uma série de camadas que permitem que a vegetação cresça corretamente, evitando infiltrações que podem causar danos à estrutura do edifício. Embora haja uma grande variedade de opções para construí-las, hoje apresentamos um sistema composto de uma base de argamassa, uma camada de emulsão asfáltica, duas membranas asfálticas impermeáveis, uma camada de drenagem e o substrato que permitirá o crescimento das espécies vegetais.

Para impermeabilizar as áreas de sumidouros, parapeitos e outros pontos críticos, também inclui uma membrana líquida de poliuretano, que permite vedar todo o sistema. Verifique, abaixo, algumas teclas de aplicação dos diferentes componentes de um telhado verde e os benefícios desta última camada impermeável a líquidos.

Cortesía de Sika Planta de Energía de Biomasa Hotchkiss / Centerbrook Architects and Planners. Image © David Sundberg/Esto Cortesía de Sika Cortesía de Sika + 11

Casa M / Plan:b arquitectos. Image © Sergio Gómez
Casa M / Plan:b arquitectos. Image © Sergio Gómez

1. Laje

Coberturas com uma inclinação mínima de 2%

A primeira camada de um telhado verde é composta da cobertura do edifício, que receberá suas cargas. Para garantir uma drenagem adequada e evitar a estagnação da água, estes devem poder mover-se de forma fluida nesta laje, mantendo uma inclinação mínima de 2%. Neste caso, foi utilizada uma laje de concreto, com acabamento semi-polido e umidade máxima de concreto de 4%, incorporando tubos de drenagem de 4" de diâmetro.

A resistência da laje deverá ser calculada por um engenheiro civil estrutural e deve considerar as cargas geradas pela soma de todas as camadas que compõem o telhado verde.

Telhado Verde / Detalhe Parapeito
Telhado Verde / Detalhe Parapeito
Planta de Energía de Biomasa Hotchkiss / Centerbrook Architects and Planners. Image © David Sundberg/Esto
Planta de Energía de Biomasa Hotchkiss / Centerbrook Architects and Planners. Image © David Sundberg/Esto

2. Membranas Impermeabilizantes

Membranas asfálticas sobrepostas que impedem a passagem de água para a edificação

Após a aplicação do adesivo especial (primer) na laje, a primeira camada de membranas deve ser localizada (neste caso, 3 mm de espessura de acabamento liso fosco), começando na parte mais baixa do telhado e na direção perpendicular à inclinação. Como na instalação de telhas, cada rolo deve ser sobreposto a 10 cm em favor da inclinação.

A segunda camada de membranas (neste caso, membranas com acabamento de cascalho com 4 mm de espessura) é instalada na primeira camada por termofusão, desenrolando as suas sobreposições.

Diagrama. Image Cortesía de Sika
Diagrama. Image Cortesía de Sika
Cortesía de Sika
Cortesía de Sika

3. Camada de Drenagem

Sistema que conduz o excesso de água para as calhas

Nas membranas asfálticas deve ser incluída uma camada de drenagem que permita a circulação da água, mas que evite a passagem da terra. Para garantir um melhor resultado do sistema, também é possível incorporar uma drenagem de espuma de polietileno e sobre ela, uma manta geotêxtil permeável que impede que as raízes toquem a estrutura inferior.

Cortesía de Sika
Cortesía de Sika

4. Camada Vegetal

Substrato + Vegetação

Esta camada é composta da terra e da vegetação que crescerá sobre ela. Se o seu meio de crescimento é menor ou igual a 15 centímetros e inclui vegetação menor, é chamado de 'camada vegetal extensiva' e é ideal para edifícios existentes. Por outro lado, se o seu meio tem uma espessura de mais de 15 centímetros e inclui espécies grandes, é chamado de 'camada vegetal intensiva' e é ideal para novos edifícios que possam suportar cargas adicionais. A espessura do substrato deve ser entregue pelo paisagista responsável, de acordo com a espécie escolhida.

Cortesía de Sika
Cortesía de Sika

5. Membranas Líquidas em pontos 'críticos'

Impermeabilização de sumidouros, parapeitos e outras áreas expostas

As membranas líquidas são aplicadas como a pintura e, quando secas, geram uma película elástica impermeável sem costuras, o que permite selar todos os pontos onde a água poderia facilmente se estagnar, garantindo a mais longa durabilidade e resistência do sistema em geral. O revestimento resultante é transitável, permeável ao vapor de água e resistente aos raios UV.

Embora sua elasticidade permita que resistam corretamente à dilatação de sua superfície - por exemplo, como resultado da alta exposição ao sol -, recomenda-se que nessas áreas as membranas incorporem telas ou malhas de reforço, dando-lhes maior resistência à tensão e aos rasgos. Além disso, as membranas líquidas podem proporcionar outros benefícios, como melhorar a aparência dos telhados antigos, atenuar o ruído do telhado e melhorar o isolamento térmico.

Cortesía de Sika
Cortesía de Sika

Algumas chaves para sua aplicação incluem:

  • A superfície da base deve estar limpa, seca e nivelada.
  • As membranas líquidas aderem facilmente a um grande número de superfícies horizontais e verticais, incluindo concreto, madeira, tijolos, metais, cerâmicas, chapas galvanizadas ou de fibrocimento, telhas, membranas com geotêxtil e membranas asfálticas.
  • Em alguns casos, de acordo com as especificações técnicas do produto, deve ser utilizado adesivo ou primer antes de sua aplicação, com um certo tempo de espera de acordo com a ficha técnica do primer.
  • As membranas líquidas são geralmente aplicadas em duas camadas, no entanto, algumas áreas da cobertura, como juntas, sobreposições e / ou detalhes, podem precisar de reforço.
  • As camadas são aplicadas a frio usando rolos, pincéis, escovas ou pistolas, da mesma forma que uma tinta.
  • Não deve ser aplicado em telhados sem inclinação ou em substratos úmidos.
  • Antes de aplicar, você deve estudar os regulamentos locais, que variam de um país para outro.

Telhado Verde / Detalhe Parapeito
Telhado Verde / Detalhe Parapeito
Telhado Verde / Detalhe Sumidouro
Telhado Verde / Detalhe Sumidouro

Encontre mais informações sobre membranas líquidas aqui.

Sobre este autor
Cita: Franco, José Tomás. "Telhados verdes: quais são as camadas e como impermeabilizá-los usando membranas líquidas" [¿Cuáles son las capas de un techo verde y cómo impermeabilizarlo utilizando membranas líquidas?] 28 Jan 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/910310/telhados-verdes-quais-sao-as-camadas-e-como-impermeabiliza-los-usando-membranas-liquidas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.