O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Brasil
  5. Studio MK27
  6. 2015
  7. Casa C+C / Studio MK27 - Marcio Kogan + Samanta Cafardo

Casa C+C / Studio MK27 - Marcio Kogan + Samanta Cafardo

  • 07:00 - 24 Janeiro, 2019
  • Curadoria de Matheus Pereira
Casa C+C / Studio MK27 - Marcio Kogan + Samanta Cafardo
Casa C+C / Studio MK27 - Marcio Kogan + Samanta Cafardo, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 60

  • Arquitetos

  • Localização

    São Paulo, Brasil
  • Arquiteto Responsável

    Marcio Kogan
  • Co-autora

    Samanta Cafardo
  • Design de Interiores

    Diana Radomysler
  • Equipe de Projeto

    Carlos Costa, Eline Ostyn, Laura Guedes, Mariana Simas, Ricardo Ariza
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Paisagista

    Rodrigo Oliveira
  • Engenharia Estrutural

    Benedictis Engenharia
  • Construtora

    Lock Engenharia
  • Estrutura de aço

    Metálica
  • Instalações elétricas e hidráulica

    Grau Engenharia
  • Ar condicionado

    Newset
  • Automação

    Noise
  • Acústica

    Harmonia acústica
  • Área Do Terreno

    550.0 m2
  • Área Construída

    513.0 m2
  • Mais informações Menos informações
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Descrição enviada pela equipe de projeto.
Com aberturas camufladas, a Casa C+C é um jogo equilibrado entre cheios e vazios. Seu terreno, situado em um bairro muito arborizado na cidade de São Paulo, tem uma forma estreita e comprida com edificações nas laterais, e orientou as aberturas do projeto para a frente e os fundos. Essa solução foi escolhida não só para garantir o melhor uso do terreno, mas também para garantir as vistas, a ventilação e insolação nos interiores.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Um caminho de pedras no jardim frontal convida o visitante à entrada. No piso térreo, o programa foi distribuído em dois setores. A extensão esquerda do terreno abriga, de forma sequencial, o jardim da entrada, a varanda, a sala de estar, a sala de jantar, um novo jardim e o estúdio de música. Já a parte direita acomoda as áreas de serviço e, aos fundos, um pátio que dá acesso à suíte de hóspedes. Os pátios com jardim são importantes porque todos os ambientes da casa se abrem para eles.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O uso da ripa de madeira freijó em todas as paredes dos espaços sociais e de lazer, assim como o sistema de recolhimento total dos caixilhos de vidro das salas, geram continuidade e transformam a área coberta em uma grande varanda. Esse recurso também permitiu camuflar os acessos da cozinha e do estúdio de música que, quando necessário, se abrem e configuram um espaço único. Um dos moradores é amante da música e usa o estúdio para aulas ou apresentações em festas íntimas na casa.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Planta Térreo
Planta Térreo
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O aparador de 12 metros de comprimento, que foi pensado desde a concepção inicial do projeto de arquitetura, é outro elemento que conecta os ambientes de estar e jantar e recebe diversos usos, desde equipamentos especiais de música até objetos pessoais e do bar. O mobiliário é uma mistura de peças de antiquário, reedições de móveis modernos internacionais e brasileiros, que cria uma atmosfera clássica e aconchegante.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O equilíbrio entre espaços construídos e espaços abertos fornece iluminação e ventilação naturais para toda a casa. O volume do piso superior, onde se encontram as suítes e a sala de tv, está recuado em relação à rua e encostado em uma das divisas para obedecer a questões de legislação, mas também para garantir insolação aos quartos e proporcionar visuais para o entorno arborizado.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O volume das áreas íntimas também é revestido por madeira, mas com outro tratamento, um muxarabi com pintura branca. O sistema dessa fachada é autoportante com janelas pivotantes que ficam imperceptíveis quando fechadas e funcionam como um filtro, permitindo uma transparência controlada. Todo o projeto gira em torno dessa diluição dos limites entre interior e exterior, criando uma intensa dinâmica espacial.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: "Casa C+C / Studio MK27 - Marcio Kogan + Samanta Cafardo" 24 Jan 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/910035/c-plus-c-house-studio-mk27-marcio-kogan-plus-samanta-cafardo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.