Ampliar imagem | Tamanho original
Um dos eventos mais trágicos da Europa em 2018 foi o colapso da Ponte Morandi, em Gênova, Itália, em 14 de agosto, que deixou 43 vítimas fatais. Na sequência do desastre, Renzo Piano, arquiteto nascido em Gênova, ofereceu-se para doar o projeto de uma ponte para substituir a antiga. Ontem, o prefeito de Gênova anunciou que Piano irá liderar o projeto de 200 milhões de euros para a substituição da ponte, inspirado pela histórica proeminência marítima da cidade italiana. Segundo o jornal The Washington Post, o projeto levará 12 meses, e está previsto para ser concluído até o final de 2019. A ponte não levará mais o nome “Morandi”, arquiteto responsável pela estrutura que colapsou.  O projeto apresenta colunas que lembram a proa de um navio. Em homenagem às vítimas, 43 lâmpadas projetarão luzes em forma de velas de navio. A equipe de projeto foi instruída a não usar cabos de suspensão no novo desenho, como forma de evitar a lembrança dos cabos que se romperam na ponte Morandi.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar