Ampliar imagem | Tamanho original
"Construir é abrigar. Subir uma parede para proteger e colocar uma cobertura em cima para sombrear." - Pierre Lajus Projetar uma casa em Royan, um território marcado pelo movimento moderno dos anos 1950, representou um desafiador exercício de arquitetura.  Os arquitetos buscaram não direcionar o projeto para a estética, ou os dogmas, de seu entorno, mas sim tirar disso uma oportunidade de entender o vocabulário e os códigos que aquelas arquiteturas representam. Dessa forma, tentaram ir além do trabalho de fachada e apresentar em planta um projeto flexível e fácil de ser apropriado.  A ideia foi construir uma casa em duas etapas. Primeiramente uma área para o casal, que será concentrada no piso térreo. Em seguida, quando a família estiver completa, a casa precisará ser expandida para receber as crianças e os netos.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar