SPARK Architects desenvolve banheiro 3D que transforma dejetos em energia

SPARK Architects desenvolve banheiro 3D que transforma dejetos em energia

Em comemoração ao Dia Mundial do Banheiro, que foi celebrado no último dia 19 de novembro, a SPARK Architects lançou um protótipo impresso em 3D e apelidado de "Big Arse Toilet". O slogan criado pelo controverso escritório de arquitetura é "Sparks gives a sh*t". Embora a ideia seja hilária e chamativa, o projeto aborda questões muito sérias sobre a higiene e o saneamento básico como parte desta iniciativa criada pela ONU. A Organização das Nações Unidas está levantando esta bandeira com a intenção de eliminar o depósito de fezes à céu aberto no mundo até o ano de 2025. O preocupante ciclo de desnutrição, doenças e pobreza no mundo é decorrente em grande parte pela ampla falta de saneamento básico, a principal causa em quase um terço das mortes em contextos de baixa renda em um grande número de países, como a Índia por exemplo.

O módulo criado pela SPARK é leve e muito fácil de ser transportado, convertendo o lixo humano em biogás e então em eletricidade através de uma unidade CHP. Produzindo energia "limpa", a proposta dos arquitetos serve para combater a falta de saneamento básico em locais remotos, utilizando os abundantes resíduos naturais aonde há baixa acessibilidade à eletricidade.

Cortesia de SPARK ArchitectsCortesia de SPARK ArchitectsCortesia de SPARK ArchitectsCortesia de SPARK Architects+ 10

Cortesia de SPARK Architects
Cortesia de SPARK Architects

Visando a economia de recursos em sua fabricação, os dispositivos foram concebidos a partir de uma estrutura mista de fibra de bambu processada e resina de goma. Isso faz com que os materiais utilizados sejam mais sustentáveis e leves do que a impressão típica de plástico e cimento. As unidades são finalmente cobertas por uma reinterpretação, também impressa em 3D, da tradicional cúpula de biogás já amplamente utilizado ao redor do mundo. Parte do componente é então enterrado no solo e adaptado com a unidade CHP para a produção de eletricidade.

Cortesia de SPARK Architects
Cortesia de SPARK Architects

Além disso, o invólucro do conjunto, juntamente com o vaso sanitário e a bacia, todos foram impressos de forma conjunta, reduzindo os componentes do conjunto a uma só peça. Dependendo do contexto aonde for construído, o acabamento exterior pode ser realizado com uma infinita variedade de materiais - neste caso mais especificamente, foi utilizado o barro. Por ser uma estrutura leve e compacta, o sistema completo poderá ser instalado com a utilização de drones, não havendo limites de acesso ou distribuição em comunidades remotas.

A escassez de energia não é um problema recente; quase 13% da população mundial não tem acesso à eletricidade. No entanto, a cúpula de biogás possui uma vida útil de até dez anos, podendo gerar eletricidade para alimentar uma pequena comunidade de até oito residências. Segundo uma declaração do fabricante, estas estruturas compartilham o potencial inovador deste projeto:

Cortesia de SPARK Architects
Cortesia de SPARK Architects

O [projeto] foi desenvolvido para chamar a atenção do mundo todo para o fato de que não está sendo feito nada para atender as comunidades mais vulneráveis, ou seja, os principais afetados pela falta de acesso à saneamento básico. Nossa proposta poderá ajudar a prevenir doenças além de impulsionar o desenvolvimento destas comunidades, melhorando a vida de todos e principalmente das mulheres que atualmente vivem em comunidades rurais sem qualquer infra-estrutura. As cápsulas foram projetadas especificamente para a Índia, mas poderiam ser muito bem utilizadas em qualquer outro lugar do mundo. Estamos no processo de solicitação de financiamento para começar a desenvolver em larga escala estes modelos e protótipos.

Ao utilizar uma porcentagem do lucro da empresa para financiar projetos "que apoiam iniciativas sociais e ambientais que estão sendo ignoradas pela indústria da arquitetura", a SPARK Architects desenvolve propostas provocativas, porém viáveis, como fazendas verticais integradas em edifícios habitacionais para aposentados em Cingapura. Embora possa parecer algo tão elementar e básico, muitas pessoas não têm acesso à saneamento básico e esta proposta procura uma solução para este grande problema.

Via SPARK Architects

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Aggarwal, Vasundhra. "SPARK Architects desenvolve banheiro 3D que transforma dejetos em energia " [SPARK Architects' 3D Printed "Big Arse Toilet" Transforms Waste into Energy in India ] 02 Dez 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/906743/spark-architects-desenvolve-banheiro-3d-que-transforma-dejetos-em-energia> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.