Ampliar imagem | Tamanho original
Uma instalação no Karolinska Institutet, na Suécia, é inteiramente revestida por painéis de concreto translúcido, mesclando concreto e plástico bolha, interagindo processos de alta e baixa tecnologia. Trata-se de um espaço amorfo com qualidades acústicas únicas e que funciona como um espaço para palestras. Os painéis foram criados pressionando concreto de alta performance entre duas camadas de plástico bolha, criando superfícies com milhares de cavidades e perfurações, as quais absorvem ruídos e difundem os sons de alta frequência. O resultado é um ambiente onde grande parte dos ruídos indesejáveis e ecos são absorvidos. As bolhas, com suas superfícies irregulares, contrastam com o ambiente de laboratório estéril que domina o edifício. No piso, o granilite marrom foi escolhido para simular um chão de terra com o volume irregular como uma espécie de nave espécie pousando em uma terra virgem. Juntamente com a refração da luz nas superfícies, uma atmosfera quase surreal é criada. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar