Ampliar imagem | Tamanho original
The Architectural Review escolheu o projeto Moradia para Meninas Órfãs, no Irã, por ZAV Architectsi como a melhor habitação do ano de 2018. Uma premiação encabeçada pela publicação todos os anos, o AR House Awards identifica “originalidade e excelência no projeto das habitações”, reconhecendo casas particulares que vão além da função principal do abrigo, e se tornam “um objeto de fantasia, uma fonte de prazer, um talismã e um campo de testes. A nona edição dos prêmios contou com seis projetos escolhidos de uma lista de 16, contendo obras do Reino Unido, Irlanda, Espanha, Escandinávia, Canadá, América Latina, Irã, Vietnã, Índia, Nepal e Japão. Os vencedores anteriores incluíram a Casa Fayland de David Chipperfield em 2015, a Cosmic House de UID Architects em 2016, e o protótipo anti-sísmico em 2017 por Edward Ng, Wan Li e Xinan Chi.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar