Ampliar imagem | Tamanho original
Distâncias físicas já não são um problema para os grandes museus do mundo. Outrora presos às suas localizações geográficas e, assim, acessíveis apenas a quem pudesse chegar visitá-los, hoje, muitos museus já têm seus acervos digitalizados e outros estão em vias de fazer o mesmo - uma estratégia de difusão e, em certa medida, democratização do acesso à cultura. Um passo além no processo de digitalização dos acervos é a digitalização do próprio espaço do museu - algo que já foi feito pela Pinacoteca do Estado de São Paulo, um dos museus mais importantes da América Latina. Por meio de panoramas em 360° e realidade virtual - para quem dispõe dos óculos VR - é possível não só ver as obras do acervo permanente do museu como também ter uma experiência do espaço museográfico projetado por Paulo Mendes da Rocha, Eduardo Colonelli e Weliton Ricoy Torres Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar