O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escolas
  4. Colômbia
  5. Espacio Colectivo Arquitectos
  6. 2016
  7. Escola de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos

Escola de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos

Escola de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos
Escola de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos, © Santiago Roballo
© Santiago Roballo

© Santiago Roballo © Federico Cairoli © Santiago Roballo © Federico Cairoli + 31

  • Equipe de Apoio

    Catalina Ospina, Esteban Castaño, Andrés Felipe Roldán, Erick Castro, Christian Torres Valencia, Juan Manuel Bernal y Juan Ramírez
  • Promotor

    Ministério da Cultura da Colômbia
  • Cliente

    Município de Candelaria, Colômbia
  • Mais informações Menos informações
© Juan Manuel Ramírez
© Juan Manuel Ramírez

Descrição enviada pela equipe de projeto. Com o objetivo de aproximar a cultura das populações mais vulneráveis do país, o Ministério da Cultura da Colômbia propõe construir escolas de música em vários municípios do território nacional para impulsionar e fortalecer a riqueza musical do folclore local, como uma aposta para resgatar o talento das crianças, afastando-as do conflito armado. Consequentemente, foi feita uma convocatória nacional a um concurso público de arquitetura para o desenho de um protótipo de escola que seja adaptável aos lotes disponíveis nos municípios, que responda adequadamente às diversas condições geográficas, climáticas e culturais do país.

© Federico Cairoli
© Federico Cairoli
Planta
Planta
© Santiago Roballo
© Santiago Roballo

No município de Candelaria, Valle del Cauca, surgiu a necessidade de pensar esta escola como um espaço participativo onde a comunidade gere altos níveis de apropriação e sentido de pertencimento, onde se aproveite a música como um objetivo comum que junte os cidadãos, e onde se promova a integração cidadã, a inclusão social e o respeito pela diferença.

© Federico Cairoli
© Federico Cairoli

Neste sentido, a escola se transformou em um espaço disponível de grande valor coletivo para a comunidade. Este equipamento de pequena escala que aparece de forma sutil no perfil urbano, funciona como um ponto de encontro em meio a um jardim comunitário onde se dissolve o limite entre o público e o privado, e onde, através de uma abertura ao saguão de acesso, se promove o sentido contínuo e acessível do espaço público para o interior do edifício.

© Federico Cairoli
© Federico Cairoli
Esquemas
Esquemas
© Federico Cairoli
© Federico Cairoli

O projeto se organiza a partir de dois espaços de geometria oval, um fechado e outro aberto, que se tensionam entre si, revelando uma relação oportuna entre um auditório e um átrio. A esta configuração se anexa o programa, que como uma sequência de elementos, cria uma sucessão de espaços e resolve a periferia do edifício como um lugar a mais do projeto. O átrio simboliza o espaço incorpóreo da música e seu perímetro é conformado por módulos de perfis diversos, adaptados para o ensino, prática e socialização. 

© Juan Manuel Ramírez
© Juan Manuel Ramírez

Na Escola de Música de Candelaria, o espaço é um elemento tangível e, ao mesmo tempo, etéreo, que se descobre através do movimento, por rachaduras, isolamentos e volumes mutáveis que simbolizam a diferença, e que giram ao redor de um espaço comum que representa a estabilidade dentro do mutável. O edifício é movimento e sucessão. Sua imagem materializa os tempos contínuos e descontínuos da música, com fachadas prolongadas e incessantes no auditório, ou fragmentadas com intervalos nos módulos de ensino.

© Santiago Roballo
© Santiago Roballo

Estas pausas entre os volumes respondem a determinantes climáticas e técnicas de isolamento térmico e acústico, e, ao mesmo tempo, são lugares para aproveitamento visual onde se submerge o espaço de formação com a garantia de encontrar níveis apropriados de conforto de iluminação. A Escola de Música de Candelaria consolidou uma imagem poderosa como edifício institucional na memória do município e atingiu o valor intangível, fomentando a contemplação, a inspiração, a evocação e a conversa entre os cidadãos em torno da música.

© Federico Cairoli
© Federico Cairoli

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Espacio Colectivo Arquitectos
Escritório
Cita: "Escola de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos" [Escuela de Música de Candelaria / Espacio Colectivo Arquitectos] 01 Jun 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/895313/escola-de-musica-de-candelaria-espacio-colectivo-arquitectos> ISSN 0719-8906