Ampliar imagem | Tamanho original
Esta é a reforma de um apartamento de 1980 para uma família de quatro pessoas. Uma área pública e três dormitórios deveriam ser acomodados em 80m2. O arranjo do apartamento foi reformado. O esquema tornou-se uma sequência de espaços interligados entre si, uma viagem através dos subespaços. Todo subespaço é um limite para as áreas adjacentes. O uso de cores e materiais diferentes em todas as superfícies delineiam os limites distintos. A área pública é composta pelos seguintes locais: o hall de entrada rosa, a sala de estar branca, a área de jantar de madeira e a cozinha azul. Esta última serve como uma transição para as áreas privadas. Os quartos são organizados ao longo do corredor e incluem a caixa preta, uma estrutura que contém o banheiro e os armários. O coração do apartamento é a área de jantar. Painéis de madeira de vidoeiro revestem as paredes, o chão e o teto. Ao diminuir a altura, a condição de limite é acentuada. A área funciona como um fragmento de intensidade e pausa. A partir desse local de encontro e convivência, a condição sequencial do apartamento torna-se uma experiência cotidiana para a família. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar