Ampliar imagem | Tamanho original
“A arquitetura é escultura habitada" é uma das frases do prestigioso artista romeno Constantin Brancusi. Ela está relacionada com uma das premissas da filosofia de trabalho do arquiteto Felipe Gonzalez Arzac e da residência a qual compartilhamos aqui. A linguagem racionalista, moderna e conceitual é materializada nessa moradia, do mesmo modo que as suas formas geométricas puras. Precisamente, existe uma intenção de que o pedestre veja a residência desde seu exterior como um objeto escultórico; essa escultura habitada a qual se referia Brancusi. Ali, um cubo de concreto contundente, sua fachada totalmente cega e suas laterais fechadas criam um impacto visual particular, gerando a sensação de estar presenciando uma moradia totalmente escura no seu interior, fechada, sem muitos vínculos com o exterior. Entretanto, o efeito é o oposto quando se acessa a moradia, que se decompõe e perfura quase toda sua totalidade com um grande pátio como centro compositivo, circulatório e eixo central da sua composição. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar