Ampliar imagem | Tamanho original
Em épocas em que a abertura, o brilho e as vistas externas são altamente valorizados pelos usuários de nossos projetos, o vidro predomina nos revestimentos exteriores dos prédios ao redor do mundo. Isso nos força a procurar opções que permitam lidar com o excesso de radiação solar, mantendo um conforto térmico adequado em todas as estações, sem obstruir as vistas ou escurecer os espaços interiores. As malhas pré-fabricadas de metal fornecem certas qualidades e flexibilidade que podem funcionar adequadamente em conjunto com o vidro. Aqui apresentamos 8 dicas para trabalhar com este material e obter o melhor de suas possibilidades. 1. Evite ver a malha como um objeto externo que se encaixa em uma fachada já definida Para funcionar adequadamente, a malha de metal deve ser projetada em conjunto com o restante do edifício, correspondendo a seus diferentes níveis, orientações, funções internas e outras especificidades. Desta forma, você aproveitará ao máximo sua flexibilidade e seus benefícios. No entanto, a malha metálica permite renovar, atualizar ou modernizar facilmente os edifícios existentes; Nesses casos, considerar as condições pré-existentes é essencial para uma aplicação efetiva. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar