Ampliar imagem | Tamanho original
Atualmente nos encontramos em um período de profunda transformação produtiva, social e de valores. Na arquitetura, além do avanço dos sistemas de representação arquitetônica e da evolução dos tipos construtivos, manifesta-se cada vez mais a necessidade de uma renovação profunda da teoria e da crítica. Este livro apresenta uma refundamentação teórico-prática da arquitetura a partir da vinculação explícita de três eixos instrumentais ligados a ela: os diagramas, as experiências e as ações. Por meio da exploração de conceitos, ferramentas e casos práticos emblemáticos, Josep Maria Montaner disseca, de um lado, o caráter abstrato das criações arquitetônicas que vêm sendo projetadas por meio dos diagramas, e de outro, a complexidade das experiências vivenciais e a intencionalidade das ações coletivas e criativas que buscam uma intervenção mais ativa e ética sobre a realidade. Um estudo que aproxima a arquitetura e o urbanismo da filosofia, da sociologia, da antropologia e da geografia, obrigando-os a sair dos limites de sua própria abstração e, finalmente, abrindo espaço para a experiência como contraponto ao despotismo da razão e do olhar único. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar