Ampliar imagem | Tamanho original
Alguns arquitetos são masoquistas, facilmente auto-destrutivos, não de uma forma divertida e aventureira, mas de forma "estou sobrecarregado, sou explorado e insatisfeito" entediante. Conforme avançam as pesquisa sobre o tema, parece que as condições de trabalho podem conduzir a alguns problemas de saúde mental importantes dentro da profissão. Muitas das questões relacionadas às condições de trabalho são detalhadas no ensaio (supreendentemente popular) que escrevi: Work/Life/Work Balance publicado em Parlour, ArchDaily e o site da AMA. No momento não revelei publicamente que o ensaio foi resultado de minhas próprias lutas com a saúde mental. Em muitos sentidos, o ensaio não era apenas um discurso sobre as condições de trabalho, tratava-se mais de uma catarse.  "Na Austrália, estima-se que 45% das pessoas experimentará algum problema de saúde mental em sua vida. Em um ano, ao redor de um milhão de adultos australianos padecem de depressão e mais de dois milhões têm ansiedade." Beyond Blue Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar