Ampliar imagem | Tamanho original
Densidade ou dispersão? Intensidade ou descontração? Público ou privado? Urbano ou suburbano? O problema, quando projeta-se condomínios em áreas periféricas, é a necessidade de síntese destes contrastes aparentes – não que tenhamos de optar entre eles, mas sim considerar um pouco de cada um com o objetivo de compor novas referências daquilo que nos é familiar e estranho, do que é cotidiano e inusitado. Concebido pelo MK27 para o Somosaguas, este novo empreendimento nos arredores de Madri, é o primeiro projeto habitacional do estúdio brasileiro em solo europeu. A intenção foi criar uma nova tipologia habitacional, um novo bairro em que as casas estão dispostas em torno de uma rede de espaços públicos - ruas, praças, parques, e uma piscina - em que a área urbanizada é tão importante quanto as próprias unidades residenciais. É um projeto para um estilo de via urbano - um aceno para a tendência espanhola de viver na cidade e ocupar os espaços públicos, os quais sem dúvida, são mais importantes que suas próprias casas (que se configuram como lugares apenas para dormir ou siestas). Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar