O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios
  4. Portugal
  5. bak gordon arquitectos
  6. 2017
  7. Reabilitação do Quarteirão de Portugália / bak gordon arquitectos

Reabilitação do Quarteirão de Portugália / bak gordon arquitectos

Reabilitação do Quarteirão de Portugália / bak gordon arquitectos
Reabilitação do Quarteirão de Portugália / bak gordon arquitectos, Cortesia de bak gordon arquitectos
Cortesia de bak gordon arquitectos

Cortesia de bak gordon arquitectos Cortesia de bak gordon arquitectos Cortesia de bak gordon arquitectos Cortesia de bak gordon arquitectos + 17

  • Arquitetos

  • Localização

    Lisboa, Portugal
  • Autor

    Ricardo Gordon
  • Colaboração

    José Pedro Cano, Catarina Farinha, Daniela Cunha
  • Área

    64906.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Arquitetos

  • Localização

    Lisboa, Portugal
  • Autor

    Ricardo Gordon
  • Colaboração

    José Pedro Cano, Catarina Farinha, Daniela Cunha
  • Cliente

    Sete Colinas Real Estate Investment Fund
  • Especialidades

    Afaconsult, F|C Arquitectura Paisagista
  • Data

    Competição 2017
  • Imagens

    Stefano Farina
  • Área

    64906.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
Cortesia de bak gordon arquitectos
Cortesia de bak gordon arquitectos

A oportunidade de debate sobre a Cidade de Lisboa e o seu futuro que esta consulta promove é admirável e só por isso digna de nota.

Cidade /Densidade ou nota sobre a metrópole contemporânea

Acreditamos que o futuro da cidade passará inevitavelmente por assegurar a qualidade dos seus espaços públicos, reservando tanto quanto possível o seu chão para construir o lugar de todos. Só assim poderemos garantir uma porção de vazio que permita amparar a imprevisibilidade da vida urbana e paralelamente assumir o seu sentido metropolitano, densificando o seu tecido através dos seus habitantes, visitantes e de uma multiplicidade de funções e atividades aos cidadãos associadas.

Mapa Ortofoto
Mapa Ortofoto

Foi com base nestes princípios de equilíbrio que diagnosticámos o problema que o quarteirão da Portugália configura, permitindo-nos propor uma solução que garanta o melhor de dois mundos.

Cortesia de bak gordon arquitectos
Cortesia de bak gordon arquitectos

A fábrica Portugália, Cidade/Quarteirão

A nossa proposta é composta por um elemento horizontal abrangente, uma praça “infinita”, que se estende por toda a área de intervenção. Sobre esta espécie de terreiro, assentam não só os equipamentos pré-existentes – a Fabrica e o Restaurante da Portugália – como também três edifícios verticais. A sua implantação estratégica permite a diversidade dos espaços vazios, bem como a relação deste novo lugar com toda a sua envolvente. Mas é no conjunto destas praças, e das infinitas atividades que aqui terão lugar, que germina o potencial transformador da proposta. Assegurar vazio público onde, de facto, não existe.

Croqui
Croqui

Construção, Paisagem e Programa

A ocupação da praça através dos três edifícios verticais obedece a critérios muito precisos, quer do ponto de vista das partes, quer no que à composição do todo diz respeito.

Trata-se de uma marca impressa no plano horizontal, da qual se extrude uma forma arquétipal de casa que cresce em altura, fazendo surgir quer as três torres de programas mistos, quer uma sucessão de espaços vazios e contíguos, os quais podem também ser lidos como uma única praça de geometria orgânica.

Planta - P0
Planta - P0

A torre destinada exclusivamente à habitação localiza-se no gaveto formado pela rua Pascoal de Melo e António Pedro, de modo a aproximá-la de um ambiente urbano mais configurado face ao seu programa.

No entanto, não se instala rigorosamente nos limites do gaveto, pelo contrário, recua de forma a emprestar ao quarteirão e à cidade uma das múltiplas praças deste projeto.

A torre que irá absorver a residência de estudantes e a residência sênior, é propositadamente localizada no epicentro da intervenção, sobre a Av. Almirante Reis, afirmando a sua marca distintiva programática que é a sua condição inter-geracional.

Cortesia de bak gordon arquitectos
Cortesia de bak gordon arquitectos

Composta por espaços de escritórios e habitação, a torre sul implanta-se no limite da Rua Marques da Silva, embora garantindo o seu acesso principal pela praça central. Aliás, esta torre deverá substituir o edifício Planasa configurando a intervenção na parcela B.

O piso térreo de todas as torres é composto por espaços comerciais que ativam os diferentes ambientes da praça.

Corte A
Corte A

Mercê da geometria de cada uma das construções, da base cromática que lhe está associada e da sua correlação no espaço assegura-se uma paisagem dinâmica capaz de responder a todas as expectativas do lugar.

Esta nova paisagem urbana, cuja área de influência irá muito para lá dos seus próprios limites físicos, foi projetada de forma a assegurar um grande lugar público, capaz de “religar passado, presente e futuro”. Este objetivo é conseguido quer pelo modo como se interliga a frente construída da rua António Pedro com a nova intervenção, quer pela abertura à comunidade próxima de uma serie de espaços públicos diversificados, quer pela capacidade programática que o novo lugar assegura.

No seu interior, como se de uma espécie de grande pulmão se tratasse, desenvolve-se um generoso jardim linear, composto maioritariamente por árvores da espécie Phytolacca  dioica que assegura a interligação entre todos os espaços vazios, para lá de constituir um alçado verde face a qualquer aproximação.

Esquema
Esquema

Sistema Construtivo e sustentabilidade

As fachadas, em elementos pré-fabricados de betão colorido, com caixilharia de alumínio e sistemas de proteção solar, são ainda estruturadas por um ritmo de cheio-vazio que lhes permite relacionar-se com as construções dos anos 40, em redor.

Cortesia de bak gordon arquitectos
Cortesia de bak gordon arquitectos

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
bak gordon arquitectos
Escritório
Cita: Victor Delaqua. "Reabilitação do Quarteirão de Portugália / bak gordon arquitectos" 28 Nov 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/884516/reabilitacao-do-quarteirao-de-portugalia-bak-gordon-arquitectos> ISSN 0719-8906