Ampliar imagem | Tamanho original
A vista, a partir da Baía de Todos os Santos, das Cidades Alta e Baixa, separadas pela encosta verde, é a imagem mais recorrente e representativa de Salvador. Localizada nesse cenário, a Casa do Carnaval está sendo implantada.  Para abrigar esse equipamento que contará a histórica do carnaval de Salvador e abrigará atividades relacionadas à festa, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, decidiu restaurar e adaptar uma edificação eclética localizada à cavaleiro da encosta, ao lado do Plano Inclinado Gonçalves, um dos ascensores urbanos construídos no século XIX para ligar as Cidades Alta e Baixa. Embora não seja individualmente tombada, a edificação é parte fundamental do próprio frontispício de Salvador e compõe o Conjunto Arquitetônico, Paisagístico e Urbanístico do Centro Histórico de Salvador, tombado em nível federal em 1984 e incluído na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco em 1985. Ademais, encontra-se na vizinhança imediata da Catedral Basílica de Salvador (antiga Igreja do Colégio de Jesus), tombada em nível federal 1938. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar