Ampliar imagem | Tamanho original
Reunir, em um só lugar, todo o patrimônio cultural brasileiro tombado ou registrado nas quatro instâncias – internacional, federal, estadual e municipal – é a principal meta do InfoPatrimônio, uma ação pioneira com o uso de georreferenciamento. A plataforma existe há cinco anos, e hoje mostra aproximadamente 2 mil bens com dados precisos, obtidos do acervo de instituições como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco); o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); o Conselho de Defesa do Patrimônio do Estado de São Paulo (Condephaat); o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). Tudo começou há 5 anos, quando o engenheiro Caio Lucena e o arquiteto Antonio Zagato resolveram criar uma solução orientada para o conhecimento, promoção, monitoramento e controle social da preservação dos bens tombados no Estado de São Paulo. A ferramenta deu tão certo que assumiu um caráter mais abrangente, abarcando o território nacional. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar