Ampliar imagem | Tamanho original
O pavilhão da Casa da Suíça surgiu para celebrar os sessenta anos das relações diplomáticas entre Suíça e México, começamos a trabalhar no projeto sem ter um programa e terreno definido, por isso, desenhou-se um sistema baseado em uma retícula triangular que permite a adaptação aos distintos terrenos e à mutáveis necessidades de programa, o que tornou possível transformações durante o processo de desenho. Essa característica de adaptabilidade permite que o projeto seja itinerante e que possa ser fixado em vários terrenos sem danificar o entorno. Para isso, colocamos um fragmento do pavilhão na Alameda Central dentro do marco do Festival internacional Mextrópoli.  O pavilhão está desenhado em módulos conformados por madeira laminada de pinus certificado e junções metálicas, promovendo o uso da madeira como material estrutural no México remetendo, ao mesmo tempo, à técnica construtiva característica da Suíça. Esses módulos são derivados da retícula triangular, assim garantem uma montagem e desmontagem eficiente na estrutura no terreno. Sua pré-fabricação e montagem estão a cargo da empresa "Metal e Madeira". Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar