Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto propõe dois níveis de leitura que permitem inserção qualitativa na paisagem urbana do distrito e também na escala do espaço de proximidade. A composição da esquina oferece um grande corte que dá para ler dois volumes ligados por um volume mais baixo, marcando a entrada do edifício. Um salão único unifica os fluxos dos habitantes e permite o acesso às áreas verdes posteriores. A intenção volumétrica consiste em propor fachadas porosas, tratadas em vazio, mas cuja forte presença de estruturas de apoio cria o alinhamento e a animação da sequência urbana. Na espessura desta dupla fachada estão dispostos todos os espaços adjacentes das moradias, sejam terraços ou adegas. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar