Ampliar imagem | Tamanho original
Na reconstrução de Berlim, Sony Center representou uma nova visão técnica e ordem. Não é um edifício, mas sim parte da cidade. Externa é a cidade "real", interna é a cidade "virtual". As paisagens e portas reforçam esta transição do mundo real ao mundo virtual. Ao redor do Sony Center encontram-se as ruas urbanas e espaços tradicionais. Dentro há um novo tipo de fórum urbano, coberto para a cambiante interação cultural e social do nosso tempo. A dinâmica espacial e a variedade contrastam com uma atitude mínima e tecnológica. A luz, tanto natural quanto artificial, é a essência do projeto. Sony Center é luminoso, não iluminado. As fachadas e cobertura atuam como um tecido que modera a luz natural e artificial. Se convertem numa tela. Com suas características de transparência, permeabilidade à luz, reflexão e refração, é produzida uma mudança constante de imagens e efeitos durante o dia e a noite, realizando não apenas a aparência, mas também maximizando o conforto e minimizando o uso de recursos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar