Ampliar imagem | Tamanho original
Localizado em condomínio fechado a 45 km ao norte de São Paulo, o terreno possui topografia irregular com um declive de aproximadamente 15 metros da entrada até o fim do lote, de onde se tem uma vista privilegiada de mata nativa parte da Serra dos Cristais. O principal mote do projeto foi manter a conexão com a mata para que os proprietários pudessem aproveitá-la dos ângulos mais importantes da casa. Como partido estrutural, criamos pilares sobre sapatas, que ancoram a  construção na terra, ao mesmo tempo que permitem a casa ficar completamente elevada em relação ao terreno. Como uma casa da árvore. A casa é distribuída em dois blocos de diferentes níveis. O bloco dos quartos apresenta uma cobertura de telhas de cimento, montadas sobre vigas de madeira e compensado (sem caibros); a sala conta com uma laje que cria um terraço com vista em 360º do entorno. Estes dois blocos são separados por uma escada que dá acesso ao terraço, criando uma espécie de brise entre área social e íntima  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar