Ampliar imagem | Tamanho original
Nos pedem para aumentar a casa e mantê-la em contato com a paisagem, nada diferente do que quase todos os vizinhos deste bairro de casas populares dos anos cinquenta fizeram. No entanto, nestas reformas populares, a autoconstrução e a simplicidade de recursos foram mais importantes que a ordem, projeto ou a mão de um arquiteto. Encaramos o projeto respeitando os valores da casualidade e sua diversidade de materiais e soluções, mas também sendo fiéis à racionalidade.  A reforma da casa existente é baseada na conexão com os espaços, a otimização das circulações e, sobretudo, na recuperação da estrutura original. A ampliação norte permite dispor de um novo volume polivalente que atua habitualmente como garagem no térreo e academia na parta superior. Ao leste, estendemos um braço da edificação como cozinha/varanda. E entendemos este elemento exterior como a grande sala da casa, e concebemos os novos anexos como uma estratégia para situar o novo centro de gravidade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar